No novo documento, o High-Level Expert Group on Artificial Intelligence (AI HLEG) toca em questões relacionadas com diversas áreas, desde a segurança, à robotização industrial. Entre os temas que "alimentam" as várias páginas de recomendações estão a imparcialidade, a transparência, o futuro do trabalho, a democracia e, de uma forma mais geral, a aplicação da Carta dos Direitos Fundamentais, abrangendo a privacidade e a proteção dos dados pessoais e outros aspectos relacionados.

Do conjunto de sugestões fazem igualmente parte advertências, nomeadamente quanto à utilização da IA para ações de vigilância massiva dos cidadãos, assim como a sugestão de proibição de sistemas de classificação de pessoas, baseados na tecnologia.

O HLEG já tinha apresentado , em abril, uma lista de sete requisitos éticos para garantir uma Inteligência Artificial de maior confiança. As recomendações agora feitas dão continuidade ao trabalho do grupo, no sentido de assegurar que a IA é um instrumento ao serviço da humanidade e do bem público, promovendo o bem-estar humano individual e coletivo.

O documento está disponível para download em PDF a partir desta página online.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.