"Somos guiados pela dedicação ao open source, uma paixão pela utilização aberta e o compromissão de ser uma organização criada ao serviço dos projetos open source". Este é o testemunho e missão que se pode ler na primeira página do site Open Usage Commons, uma organização que foi lançada na semana passada pela Google para ajudar projetos open source a gerir as suas marcas registadas.

A empresa considera que o crescimento dos projetos open source tem de ser acompanhado com uma melhor gestão da utilização das suas marcas registadas e por isso avançou com a iniciativa. Para a Google, entender e gerir as marcas registadas é crítico para a sustentabilidade dos projetos a longo prazo, em especial com o aumento do número de produtos destinados ao mercado empresarial. "Consideramos que este é o prócimo desafio para o open source e queremos ajudar", escreve Chris DiBona, Director de Open Source na Google no blog da empresa.

A proposta não está a ser bem aceite pela comunidade a quem deveria servir, e surgiram já várias críticas, até por parte de empresas e fundações, que consideram que esta iniciativa pode desvirtuar o modelo de governação dos projetos open source.

As propostas da Open Usage Commons podem ser acompanhadas no site da iniciativa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.