A Ro é uma empresa médica norte-americana que se popularizou graças às soluções high-tech que apresentou para resolver o problema médico da disfunção eréctil. No entanto, são os hábitos tabágicos que a empresa se propõe a atacar agora. Com o Zero Quit Kit, os fumadores terão acesso a serviços de acompanhamento e a um sistema que combina várias estratégias para os ajudar a colocar um ponto final no vício.

A estatística que serve de pretexto à criação deste produto diz que apesar de 50% de todos os fumadores tentar parar de fumar todos os anos, apenas 3% a 5% consegue manter-se longe do tabaco após seis meses. Se o esforço for auxiliado com uma terapia de substituição, em que existe um elemento capaz de repor a nicotina do cigarro, a percentagem sobe para os 70%. Se adicionarmos um serviço de acompanhamento, a taxa de sucesso sobre mais 15,5%.

Neste Zero Kit, a empresa inclui um medicamento que inibe o desejo, uma pastilha de nicotina e uma aplicação que ajuda o utilizador a monitorizar a sua jornada e a obter aconselhamento personalizado diretamente de um médico da Ro. A terapia começa com uma consulta online, onde o programa é ajustado às necessidades do paciente.

"O Zero Quit Kit não está a tentar substituir as consultas médicas, é uma ajuda complementar que dá acesso às melhores ferramentas disponíveis para que uma pessoa deixe de fumar", explica a Ro.

Por articular soluções médicas, acompanhamento e substitutos da nicotina, o kit não é propriamente barato. Por mês, esta terapia custa 129 dólares. Os produtos individuais estão também disponíveis em separado por 42 dólares mensais. A empresa compara este valor com o orçamento que os fumadores alocam para o tabaco mensalmente. Em Portugal, um maço por dia pode representar uma despesa mensal superior a 146 euros. Os produtos da Ro estão já disponíveis para pré-encomenda e começam a ser enviados no dia 2 de outubro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.