Chama-se FIGARO, um acrónimo de Full International and Global Accounts for Research in Input-Output analysis, e pretende garantir um acesso consistente a diferentes fontes de informação de negócios, indústria e dados macro económicos dos países da União Europeia e dos principais parceiros, ajudando desta forma a avaliar os impactos ambientais e sócio económicos das políticas da UE.

Os dados são compilados do período de 2010-2019 e reportam a 60 indústrias de 27 Estados Membros da UE, assim como a países do G20, Noruega e Suíça.

A utilização da base de dados é aberta a todos os interessados que podem avaliar os impactos e riscos de colocar determinadas atividades fora da UE e a forma como isso pode ter efeito nas cadeias de valor. Um dos exemplos apontados é a avaliação da última primavera com o modelo da forma como a União Europeia está exposta à procura de produtos por parte dos Estados Unidos, incluindo os que são feitos através de outros países. De cada 6 milhões de exportações da zona Euro, 1 milhão está ligado à procura pelos Estados Unidos.

A base de dados FIGARO pode ser usada ainda para estimar o valor acrescentado e a criação de empregos nas atividades exportadoras.

O site pode ser acedido através de uma página do Eurostat, nesta ligação.

site Eurostat

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.