Há vários aspetos a ter em conta quando consideramos a segurança total do nosso computador desktop ou portátil. Há a segurança ao nível da proteção que temos de garantir perante malware, vírus e outras ameaças ao bom funcionamento do sistema operativo e dos programas que utilizamos. E há ainda aspetos relacionados com a segurança física da máquina, certo? Especialmente quando falamos de portáteis.

Começando por este ponto, decerto que já reparou que o seu portátil apresenta uma espécie de ligação que ter por perto da designação ‘Lock’, por exemplo. Esta é uma característica física mais comum em portáteis (e outros elementos de harware) direcionados a públicos mais profissionais e empresariais, mas a finalidade é simples: trata-se de um “gancho” que permite usarmos um cadeado especialmente pensado para bloquear o portátil e “agarrá-lo” a qualquer objeto que garante que ninguém o leva por “engano”. É uma solução anti-roubo, puramente, que também figura no grupo de situações na galeria abaixo.

Ainda pensando no uso de portáteis, máquinas que têm por “hábito” andarem connosco para todo o lado, há outro ponto importante a salvaguardar: a segurança do ponto de vista da integridade física do equipamento. Ou seja, é fundamental a utilização de uma mala ou mochila que seja capaz de proteger completamente a máquina durante o transporte. Se conseguir garantir uma proteção perante eventuais quedas e impactos, tanto melhor.

Outra questão de segurança é a entrada no sistema operativo, algo válido para ambientes Windows, MacOS ou outros – garanta que existe uma conta por cada utilizador do computador e que cada um deles tem configurada uma palavra-passe de acesso forte e complexa, capaz de impedir a entrada de desconhecidos.

Se estiverem presentes, use os mecanismos avançados de login no sistema operativo – o sensor de impressão digital integrado em muitos portáteis ou uma webcam que seja compatível com sistemas de reconhecimento de rostos. Estes métodos são meio caminho andado para impedir que o seu computador não é utilizado por outras pessoas, algo que pode ser vital num ambiente empresarial ou num espaço público.

Já em pleno uso do sistema operativo e do computador, existe ainda outra questão de segurança que é essencial: a proteção perante ameaças como vírus e outros malwares, sem esquecer esquemas de burla informática, fishing e roubo de identidade.

A solução para estes perigos reside noutros produtos e funcionalidades. Uma delas é todo o conjunto de ferramentas que o Windows 10 inclui a este nível, com expoente máximo no Windows Defender. E outras assumem a forma das típicas suites de segurança, que prometem segurança contra malware para computadores e outros dispositivos. Algumas delas são gratuitas, tal como acontece com o Windows Defender, outras são pagas, existindo packs para todos os fins, graus de proteção e preços.

Se tem estes quatro parâmetros salvaguardados durante o dia a dia de uso do seu portátil ou computador desktop, as suas preocupações com a componente segurança estão desde já reduzidas ao mínimo. Caso contrário, pondere soluções equivalentes às que listamos na galeria acima. Todo o cuidado é pouco, certo?

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.