[caption][/caption]

O leitor de música da Apple foi lançado em outubro de 2001, mas restringido à utilização em computadores Mac, ano em que se venderam apenas 400.000 unidades.

Em 2003 era lançada a iTunes, como loja de música, que viria a sustentar todo o ecossistema do iPod - e que atualmente é a base para a venda das apps para os restantes dispositivos móveis da Apple.

A "generalização" do leitor de música só viria a confirmar-se em janeiro de 2004, uma uma década atrás, altura em que foi lançado o iPod mini, quando as vendas se multiplicaram por cinco face ao ano anterior, alcançando-se os 4,4 milhões de unidades vendidas.

No ano seguinte, o número de iPods comercializados em todo o mundo ultrapassou, pela primeira vez, o número de computadores Mac, até à altura o principal produto da fabricante, primazia que se mantém até à data.

O pico da popularidade do leitor de música acontece em 2008, quando foram vendidas perto de 55 milhões de unidades. No primeiro trimestre fiscal desse mesmo ano, o iPod chegou a representar 42% do volume de negócios da empresa, enquanto os computadores portáteis arrecadavam 21% e os computadores de secretária 16%.

As percentagens da altura nada têm a ver com os valores atuais. As vendas do dispositivo que abriu portas à chegada daquele que hoje é o produto mais popular da marca da maçã, o iPhone, terão descido 52% entre outubro e dezembro de 2013, somando seis milhões de unidades.

[caption][/caption]

O iPod representa apenas 2% do negócio total da Apple, quando o iPhone representa mais de 50% da receita total, seguido do iPad, com perto de 20%, dos Mac e da iTunes.

Ao fim de mais de uma década de várias versões do leitor de música, a Apple parece ter desinvestido num produto que chegou a representar a vanguarda tecnológica da empresa, até porque o iPhone também nos dá música e também é suficientemente "compacto" para ser facilmente transportável durante uma caminhada ou corrida.

A última alteração conhecida do iPod foi introduzida em maio do ano passado, com o lançamento (muito discreto) de um iPod Touch sem câmara traseira e 80 euros mais barato.

Conheça as diferentes caras do iPod até às gerações atuais, na galeria de imagens que apresentamos a seguir:

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.