Ontem comemorou-se o Dia da Internet Mais Segura, uma data cada vez mais importante num mundo mais conectado e dependente das tecnologias e plataformas online, mas todos os dias temos de ter cuidado. As redes sociais já são um dos principais meios de comunicação entre amigos e familiares, mas é necessário manter todo o cuidado nas questões de segurança e partilha de dados.

O Sapo TEK já trouxe recentemente um How to TEK dedicado à ativação da segurança de dois fatores em diferentes websites, serviços e redes sociais, que deverá visitar, mas desta vez as dicas focam-se no Facebook e como aumentar a segurança do seus perfis, relembrar a importância de rever as configurações de segurança e implementar algumas medidas simples para aumentar a proteção online.

Conheça as seis dicas para tornar a conta e perfil mais seguros:

1 – Escolher uma palavra-passe forte e se possível altere-a regularmente

Com o acumular de serviços e redes, é normal que os utilizadores tendem a utilizar as mesmas credenciais entre os serviços. Isso significa que se um deles ficar comprometido, todos aqueles que partilha os dados vão ficar certamente acessíveis aos hackers. O Facebook refere que deve evitar incluir informações pessoais, tais como datas de nascimento ou nomes de um membro da família.

Deverá ter pelo menos seis caracteres, combinando maiúsculas, minúsculas, números e caracteres especiais. A rede social tem um autêntico tutorial que ensina diferentes estratégias para obter passwords seguras, incluindo o método de Bruce Schneier de 2008 de como transformar uma frase numa palavra-chave. Por exemplo: UA!OBganoCa = Uau! O Benfica ganhou o campeonato!

2 – Ativar a autenticação de dois fatores

Ao ativar o sistema de autenticação de dois fatores está a adicionar uma camada adicional de segurança à conta, sendo enviado uma solicitação para inserir um código mesmo depois de fazer o log in.

Para ativar na app do Instagram, basta aceder ao perfil do utilizador, clicar nos três risquinhos das opções no topo direito do ecrã, selecionar o menu de Definições que está na parte inferior. Nas definições escolha Segurança e finalmente Autenticação de dois fatores. Prima em “Começar” e poderá optar por uma mensagem de texto, com o sistema a enviar um SMS para o número definido; ou optar pelo sistema de aplicação, recomendado pelo sistema. Neste caso, o Google Authenticator.

Na aplicação do Facebook, clique nos três riscos no canto superior direito para aceder às opções. Terá de deslizar o ecrã até abaixo para aceder ao menu Definições e Privacidade. Premir em Definições e na aba Segurança, escolha a primeira opção: Segurança e Início de Sessão. Escolha a opção “Usar a autenticação de dois fatores”.

No WhatsApp, toque nos três pontos de acesso às opções, localizado no canto superior direito, e escolher Definições. Escolher a opção Conta e Verificação de dois passos. A aplicação vai introduzir um PIN de verificação, e opcionalmente os utilizadores podem associar a um email, para recuperação do código, caso o esqueça. O ideal é mesmo fazer a associação do email por segurança.

3 – Controle o lugar onde faz a autenticação

Nunca deve partilhar as informações de log in com outras pessoas, e sempre que utiliza um equipamento partilhado, seja um computador ou smartphone, faça sempre o log out do sistema quando o abandonar. É possível ativar alertas sobre os inícios de sessões de desconhecidos: aceder aos três risquinhos no canto superior direito; aceder a Definições e Segurança e Início de Sessão. Tocar em “Receber alertas sobre inícios de sessão desconhecidos”. Poderá definir se quer receber o alerta por email ou uma notificação do Facebook num equipamento específico reconhecido. Quando faz a autenticação, vai ser perguntado se foi o utilizador que fez o log in e tomar as respetivas medidas, caso necessário.

4 – Não clique em links suspeitos

Muitas vezes recebe pedidos de amizade ou mensagens no chat de desconhecidos, com links que podem ser maliciosos. Suspeite sempre das abordagens feitas por estranhos, mesmo que as mensagens sejam apelativas. O Facebook alerta que nunca pede aos seus utilizadores senhas por email, nem fazem contactos diretos pelo Messenger. Se não tiver a certeza do link, escreva diretamente no browser, em vez de clicar no endereço que recebeu.

5 – Esteja atento a sinais que indicam uma violação de segurança

Se achar que a sua conta foi comprometida, terá que a proteger o mais rapidamente possível. Deverá mudar a palavra-passe e verificar que as informações do contacto da conta estejam corretas. No caso de não conseguir entrar na sua conta, o Facebook tem recursos para a recuperação nas suas três redes sociais. Pode seguir as instruções para o Facebook, para o Instagram e WhatsApp.

6 – Mantenha os contactos atualizados

Ao manter os contactos atualizados, o Facebook pode detetar alterações não autorizadas que possam ser feitas na conta, e dessa forma manter o contacto com o titular da conta e resolver os problemas.

O How To TeK é uma nova rubrica do SAPO TeK que pretende ajudar todos os utilizadores em tarefas simples (mas que parecem complexas) na utilização de computadores e telemóveis. Se tiver sugestões de truques que quer ver esclarecidos envie um email para geral@tek.sapo.pt.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.