As escolhas foram diversificadas: há uma app que pode ajudá-lo a tornar-se numa pessoa melhor, ao registar factos do dia a dia.


Remente: esta aplicação pode ajudá-lo a tornar-se numa pessoa melhor

Fazemos tudo o que está ao nosso alcance nas principais áreas da vida? A resposta mais provável é não e não é reprovável. Mas há sempre margem para melhorar seja no amor, na família, no dinheiro ou até na auto-aprendizagem. A aplicação Remente quer ser um parceiro nesta tarefa.

A aplicação não tem nada de aspiracional nem de psicologia barata. É uma aplicação de factos e registos. O utilizador diz como se sente relativamente a várias questões: amor, dinheiro, trabalho, divertimento, entre outras. Depois pode fazer um registo semanal de como se sente relativamente a estes temas.

Mediante as respostas a aplicação Remente vai convidá-lo a fazer melhor. Como? Por exemplo, se não estiver totalmente satisfeito com o tempo que tem passado com a sua família, a ferramenta vai criar uma lista de tarefas na qual inclui “passar mais tempo com a família”. Se fará diferença? Depende da sua verdadeira dedicação à causa.

Também há um monitorizador de humor no qual o utilizador pode dizer por que razão se sentiu bem num ideia e qual o motivo que o fez sentir mal noutro. No final poderá olhar para trás e tirar algumas lições.

Por falar em lições - e para quem subscrever a versão Premium do serviço -, há ainda uma subcategoria na aplicação chamada Cursos. Estes são cursos que o vão ensinar a atingir alguns objetivos e que passam desde dormir melhor até ter uma memória mais robusta.

O objetivo é que no final todo este conhecimento registado contribua para que possa enfrentar e perceber melhor os seus desafios no dia a dia. Na prática o Remente é o diário pessoal do século XXI, disponível para Android e iOS.

Veja a próxima aplicação

 

Agora há uma app Best a pensar no Apple Watch

O relógio inteligente da Apple vai ganhando folego em diferentes mercados, com mais variantes, acessórios e aplicações. Desta vez, a novidade é em português e na área financeira.

Depois da aplicação para Android e para iOS - e do reforço com Touch ID -, o Banco Best aposta agora numa atualização a pensar no Apple Watch.

Chama-se Best Watch, vem com a versão 3.0.0 da Best Bank para a plataforma móvel da Apple e permite aos clientes do banco português terem acesso às suas contas e consultarem movimentos e investimentos através do relógio inteligente da marca da maçã.

Para assinalar este lançamento, quem abrir a sua primeira conta no Banco Best até 29 de abril, e subscrever determinados produtos de poupança, recebe um Apple Watch.

Veja a próxima aplicação

 

Louco por séries? Com esta app nunca mais vai perder o fio à meada

A oferta de séries para televisão hoje é grande e há quem leve a sério a missão de acompanhar a maior parte das novidades nessa área. Precisa de uma mãozinha para se organizar e não perder nada?

São os canais de televisão, os serviços de streaming… os fãs de séries hoje têm muito por onde escolher. Oferta não falta, o que pode faltar é capacidade para se organizar e ver tudo o que quer sem perder nadinha. Mas há aplicações que podem facilitar a tarefa.

Uma das opções é TVShow Time. Oferece um calendário personalizado onde o utilizador pode organizar e anotar todas as séries que acompanha, para saber sempre a quantas anda e não se perder.

As notificações push garantem que será avisado sempre que haja um episódio disponível de cada uma das séries que acompanha e a aplicação também permite a interação com outros utilizadores do serviço que partilhem as mesmas preferências. Tem ainda espaço para a classificação dos episódios, uma informação que dá pistas à comunidade sobre o que pode encontrar em cada conteúdo.

A aplicação pode ser descarregada gratuitamente para Android e para iOS.

Veja a próxima aplicação

 

Um jogo para relaxar através de uma situação stressante

O nome do jogo não esconde grandes segredos: em Faily Breaks o jogador assume a condução de um carro que perdeu os travões. Sem violência e só com divertimento, este jogo tem tido sucesso no iOS e Android.

O design do jogo faz lembrar uma mistura de Crossy Road com Minecraft, mas a jogabilidade é muito diferente. Durante um passeio de carro a nossa personagem fica sem travões. Não há muito a fazer a não ser conduzir o veículo por entre os obstáculos.

São muitos e por vezes inesperados. Comboios, arvóres, mais árvores, carros na estrada, pequenos desfiladeiros… o objetivo é conseguir fazer o maior número de metros possível.

O jogo não é estanque e nesse sentido é bom. Ou seja, por vezes o jogador pode dar uns ‘beijinhos’ às árvores que isso apenas afeta a estabilidade do veículo. Mas se vier embalado, então qualquer choque será suficiente para provocar um acidente.

Para criar um maior sentido de entretenimento no jogo até a distância do boneco dummy que é projetado do carro vai depois contar para a pontuação final. Com as moedas que vai recolhendo o utilizador poderá depois investir em novos veículos.

Disponível para iOS e Android, Faily Brakes já conquistou vários milhões de downloads.

Veja a próxima aplicação

 

Um pequeno vídeo em loop pode animar a sua conta do Instagram

Há várias aplicações que ajudam a criar vídeos de pequena duração que correm em loop. O Phhhoto dá movimento às imagens e pode tornar-se um novo vício.

A proposta é simples: use a câmara e em vez de fazer um vídeo capture uma imagem que depois é animada. E partilhada com os amigos, claro.

No Phhhoto há novos filtros disponíveis todos os dias, e também a possibilidade de espreitar as criações de outros utilizadores, ou de tornar as suas famosas, se forem escolhidas para destaque no #wow.

A aplicação é de download gratuito para iPhone e iPad e também para doispositivos Android, e embora a partilha de imagens se possa fazer em várias redes, é no Instagram que vai brilhar mais.

Veja a próxima aplicação

 

O WhatsApp não tem chat vídeo mas a Booyah dá uma ajuda

Ainda não é possível fazer chamadas de vídeo no WhatsApp e enquanto isso, quem quiser fazê-lo tem de recorrer a aplicações de terceiros. A Booyah é uma delas.

A app permite conversas “individuais” e em videoconferência com os contactos do WhatsApp. Para tal os todos os envolvidos terão de descarregar a aplicação – como costuma ser habitual.

Quando instalada, a Booyah vai pedir acesso à camara do telefone, ao microfone e, claro, aos contactos do telefone. Pode enviar convites para os seus amigos, conhecidos e familiares descarregarem a aplicação e quando estes se tornarem utilizadores, pode então fazer as videochamadas.

Sempre que quiser falar através do chat video basta carregar em enviar e selecionar alguém para ser gerado um link. Se o contacto estiver disponível pode carregar no link e juntar-se à conversa; se não estiver disponível, o link fica em stand by e é ativado quando é clicado, gerando uma notificação a quem o enviou de que a outra pessoa está disponível para falar – e ver e ser vista.

A Booyah começou por estar disponível apenas para a iOS, ganhando uma versão Android mais recentemente.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.