Desde janeiro que o Instagram permitia a utilização do banco de dados do GiPHY para criar divertidas imagens animadas nas suas publicações temporárias. Algumas semanas depois, o Snapchat seguiu-lhe o exemplo.

Agora, as duas redes sociais decidiram remover os GIFs das suas apps depois de uma utilizadora ter denunciado uma imagem racista que aparecia quando ela procurava pela palavra “crime”.

O GIF reportado mostrava um macaco com um contador do número de mortes e utilizava um termo considerado ofensivo.

tek gif

Em declarações à publicação TechCrunch, o Instagram declarou que este tipo de conteúdo não pode estar na rede social e que, por isso, a integração com o GiPHY seria interrompida enquanto o caso é investigado. O Snapchat também decidiu remover a funcionalidade “até ter a certeza de que isso não acontecerá novamente”.

De acordo com o Giphy, a imagem apareceu por causa de um erro no filtro de moderação de conteúdo. O bug já terá sido corrigido, mas a equipa do site ainda está a rever manualmente todos os GIFs já enviados.

“Nós assumimos a total responsabilidade pelos eventos recentes e pedimos sinceras desculpas a todos os que se sentiram ofendidos”, concluiu a empresa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.