Como é sabido, a crise mundial dos semicondutores não está apenas a afetar as indústrias dos computadores ou smartphones, mas todas as tecnológicas em geral, incluindo as fabricantes de automóveis. Estas estão a ser forçadas a fechar temporariamente as suas fábricas por algumas semanas devido à falta de componentes.

No caso da BMW, a fabricante alemã decidiu entregar os seus novos modelos aos seus clientes sem a tecnologia Android Auto e Apple CarPlay ativa nos seus sistemas de infotainment. Em alguns países, os automóveis não têm mesmo os sistemas Wi-fi ativos. Segundo avança a Automotive News Europe, a medida está em vigor desde o início de 2022 e não se deve à falta dos respetivos chips em si, mas uma mudança de fornecedores para colmatar a falta de stocks.

Os chips requerem uma atualização de software que será depois feita no final de junho através de um update automático realizado pela própria fabricante. Só depois da atualização é que as capacidades de Wi-fi serão ativadas e os serviços de navegação da Google e Apple passarão a funcionar como pretendido.

Os modelos afetados ou as regiões onde a medida entrou em vigor não foram listados, mas a publicação adianta que há testemunhos de clientes em fóruns nos Estados Unidos, Itália, Espanha, Reino Unido e França que mencionaram que os seus novos modelos BMW tinham sido entregues sem as funcionalidades referidas. Os modelos afetados apresentaram um código 6P1 como especificação da ausência dos serviços.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.