Em 2018, o Facebook lançou a Lasso, uma aplicação onde os utilizadores podiam publicar vídeos de curta duração concebida para rivalizar com a popular TikTok. Agora, a empresa liderada por Mark Zuckerberg decidiu pôr um fim à sua criação.

Após a decisão da empresa, os utilizadores da Lasso receberam um aviso a indicar que a aplicação seria encerrada definitivamente no próximo dia 10 de julho, com instruções sobre como poderiam guardar todos os vídeos publicados.

Além de estar disponível nos Estados Unidos, a aplicação podia ser usada em vários países da América Latina, como México, Argentina, Colômbia, Chile ou Uruguai. Embora o Facebook tenha negado os rumores que afirmavam que a Lasso chegaria neste ano à India, o lançamento no mercado indiano até lhe poderia trazer alguma popularidade, uma vez que o Governo do país baniu recentemente a TikTok e 58 outras aplicações chinesas por serem consideradas como ameaças à segurança nacional.

Instagram “imita” TikTok? Funcionalidade "Cenas" está a ser lançada no Brasil
Instagram “imita” TikTok? Funcionalidade "Cenas" está a ser lançada no Brasil
Ver artigo

Para já, o Facebook ainda não prestou qualquer esclarecimento em relação ao encerramento da aplicação, contudo especula-se que a decisão seja motivada pelo lançamento da Reels, ou Cenas na versão portuguesa, no Instagram.

À semelhança da Lasso, a Reels foi também concebida para ser a “rival” do TikTok. A aplicação fez a sua estreia em novembro de 2019 no Brasil e permite fazer vídeos de 15 segundos com música e vários efeitos, para depois serem partilhados nas Stories da plataforma.

Depois de vários meses de testes no Brasil, a aplicação chegou no final de junho à França e à Alemanha com novas funcionalidades, como a possibilidade de partilhar os vídeos criados numa secção específica do perfil do utilizado. Ao Tech Crunch, um porta-voz da empresa indicou que a expansão da Reels para outros mercados permitirá uma maior evolução da aplicação, no entanto, não revelou quais são os próximos países a que a criação chegará.

Shorts: YouTube poderá lançar aplicação de vídeos curtos para competir com a TikTok
Shorts: YouTube poderá lançar aplicação de vídeos curtos para competir com a TikTok
Ver artigo

O Facebook não é a único a tentar criar uma aplicação que consiga repetir o sucesso do TikTok. O YouTube, por exemplo, poderá lançar ainda neste ano a Shorts, uma plataforma de partilha de vídeos curtos a partir da aplicação mobile da empresa.

Ao que tudo indica, a Shorts disponibilizará toda a biblioteca sonora do YouTube, de forma a que os utilizadores não tenham de instalar outras aplicações para o efeito. Além disso, a nova aposta poderá ser útil para a comunidade de criadores da plataforma, abrindo espaço para que possam aumentar a sua popularidade e ganhar novos subscritores.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.