Esta semana as propostas centram-se sobretudo na fotografia e o SAPO TEK escolheu novas aplicações que deve ter em conta. Em primeiro torne-se num verdadeiro mágico da fotografia com uma aplicação que possibilita animar apenas algumas partes da imagem. Experimente, o efeito é incrível. Outra proposta permite escolher facilmente fotografias da galeria de imagem e criar um álbum fotográfico físico que pode encomendar.

Por outro lado, há uma nova aplicação que simular virtualmente a presença de um segundo SIM no telemóvel. Poderá desta forma separar as chamadas pessoais de empresariais, por exemplo, caso não queira “misturas” de faturação. E se tem algum evento importante marcado, porque não fazer um "countdown" do tempo restante até ao mesmo.

Divirta-se com as apps que selecionámos esta semana...

A Curator ainda só está em versão beta mas já arruma as fotos do seu Android como uma pro

Centenas de fotografias no smartphone? Ou mesmo milhares? Esta app foi feita para encontrar o que precisa e pôr "tudo em ordem" com a ajuda da Inteligência Artificial.

A versão final ainda não foi lançada, mas a beta anda a fazer sucesso. A Curator é apresentada como uma aplicação que recorre à Inteligência Artificial para melhor organizar as suas fotos de modo completamente offline.

Esta espécie de galeria mágica agrupa as imagens por pastas e, dentro de cada pasta, por datas, consoante pertençam à câmara ou tenham sido publicadas nas redes sociais, etc, mas acima de tudo, “olha” para elas para lhes atribuir tags. A visualização pode por isso ser feita através de pastas, todas as fotos ou por tags.

Desta forma as imagens aparecem classificadas com várias etiquetas que podem indicar, num primeiro nível, se são fotos de pessoas, locais, atividades, eventos, comida ou animais. dentro dessa classificação, cabem depois subdivisões. para cada uma, nomeadamente fotos de grupo ou selfies, praia, montanha, sunset ou pontes, diversão, lazer ou desportos, entre outras.

Claro que para fazer isto tudo, a Curator necessita de autorização de acesso aos ficheiros do seu telefone. O criador da app garante que tudo se faz com segurança. Depois da autoriação dada, a app vai começar a criar tags para cada uma das fotos guardadas no smartphone ou tablet. O processo pode ser demorado, consoante o número de fotos guardadas, mas pode sempre cancelar enquanto não está completo e ir espreitando o trabalho de classificação entretanto já feito.

Tem um dispositivo Android? Escolha entre o modo Light ou Dark de visualização e deixe que a Curator  lhe "arrume" os álbuns, para que as pesquisas sejam mais inteligentes e encontrem sempre aquela tal foto, mesmo que no meio de milhares de outras.

Próxima versão do iOS vai corrigir excesso de “embelezamento” nas selfies do iPhone XS

Conhecida como “beautygate”, a controvérsia instalou-se porque os utilizadores do iPhone XS não podiam alterar as definições de embelezamento das selfies. A versão XR parece estar com um problema semelhante.

O lançamento de qualquer novo dispositivo da marca da maçã vem sempre acompanhado de rasgados elogios, mas também há lugar para uma quota parte de críticas, como aponta o Business Insider.

No caso do mais recente iPhone, o descontentamento dos consumidores foi direcionado para as selfies e para o efeito excessivo de suavização da câmera, com os utilizadores a não conseguirem desativar o suposto “modo beleza” no iPhone XS. Apelidada de “beautygate”, a funcionalidade fazia com que alguns detalhes faciais e imperfeições desaparecessem automaticamente das selfies.

iPhone: câmara do XS Max só não consegue “bater” a do P20 Pro
iPhone: câmara do XS Max só não consegue “bater” a do P20 Pro
Ver artigo

A Apple terá explicado que, em vez de um "modo de beleza", o efeito suavizador tem origem no recurso Smart HDR, projetado para uniformizar sombras e disfarçar realces tirando o melhor de várias fotos tiradas em várias exposições e configurações e combinando essas fotos uma única imagem.

Contudo, parece que a funcionalidade não convenceu os utilizadores da gigante de Cupertino, levando a tecnológica a assumir que irá ajustar o recurso Smart HDR para escolher “uma imagem base mais nítida”.

A correção chegará já na próxima atualização do iOS, a versão 12.1, que está a ser testada em versão beta, mas ainda não tem data oficial de lançamento.

Google Fotos ajuda a criar álbuns físicos “instantâneos” com fotografias impressas

Necessita de fazer um álbum temático, para oferta de uma festa de anos, casamento ou batizado? A aplicação da Google foi atualizada com uma nova funcionalidade e serviço que permite agrupar rapidamente as imagens, diretamente do smartphone. 

Apesar de vivermos a era digital, o contacto físico com fotografias transporta-nos para momentos de nostalgia, com registos que prometem perdurar “para sempre”. É a pensar nesse mercado que a Google atualizou a aplicação Google Fotos, para que em apenas alguns minutos se crie álbuns de fotografia, seja de uma viagem memorável, um aniversário de um filho ou casamento de um amigo ou familiar.

Atualmente, com as centenas de fotografias digitais que se acumulam nos computadores e smartphones perde-se muito tempo a pesquisar e agrupar os melhores exemplares sob o tema que se deseja retratar. A aplicação Google Fotos permite não só encontrar facilmente as fotos que deseja, como compor as páginas do álbum.

Depois de pré-selecionadas as fotos, basta deixar o Google Fotos fazer a escolha final dos melhores exemplares e organizá-las nas páginas. A aplicação remove as repetidas ou as que estão tremidas ou desfocadas. Os utilizadores podem aplicar legendas e aceitar as recomendações feitas pelo assistente.

Depois de revisto, o álbum pode depois ser encomendado diretamente da aplicação, disponível em Android e iOS, ou através do browser da internet. Os preços dos álbuns começam nos 12,99 euros para uma composição de 20 páginas com capa mole, ou 22,99 se optar pela versão de capa dura.

Com esta app já pode ter dois números no mesmo telefone e sem cartões SIM extra

A aplicação Swapp permite-lhe ter um segundo número com apenas um cartão, um tarifário e um único smartphone sem necessidade de dual SIM. E funciona para qualquer rede móvel.

Quem precisar de ter outro número de telefone de forma a, por exemplo, separar a vida pessoal da profissional já não tem que andar com dois equipamentos atrás. Basta instalar a app Swapp e qualquer cliente de uma rede móvel nacional ganha um novo número.

Depois de fazer a ativação no site  e associar um método de pagamento, é cobrada uma subscrição mensal de 3,99 euros que se repete de mês a mês. No entanto, como não há fidelização pode desativar a app, disponível para iOS e Android, quando quiser e sem pagar mais por isso.

O segundo número é escolhido de uma lista que a Swapp lhe propõe e que fica logo disponível para usar. As comunicações que fizer são descontadas do plafond de  minutos ou do saldo do seu número principal.

Até 31 de dezembro de 2018, pode experimentar a app gratuitamente durante 15 dias.

Controlar o tempo que falta é fácil com esta app Moments

Aplicações Moments há muitas, mas esta foi criada para fazer o countdown para os momentos importantes da sua vida.

O nome completo desta aplicação, Moments - Event Countdown, torna claro o seu único objetivo: fazer a contagem regressiva para eventos, neste caso, e com certeza, os acontecimentos que considera importantes.

Quantos dias faltam para o Web Summit, os dias que faltam para o Natal ou os dias que o separam das férias de verão de 2019 são meros exemplos das situações que pode acrescentar aos “agendamentos”.

É possível criar categorias para reunir diferentes acontecimentos do mesmo género e estabelecer lembretes com várias definições. A Moments também permite a personalização com fotos e a partilha dos “momentos” com os amigos.

A aplicação está disponível a partir da Apple Store para dispositivos iOS e tem um custo associado de 2,29€.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.