Não há dúvida de que o iOS 8 chegou muito mais depressa aos consumidores do que a última versão do Android, o Lollipop. O rápido processo de atualizações da Apple colocou a versão mais recente do sistema operativo nas mãos dos utilizadores de forma célere, mas isso nem sempre é o melhor.

Um estudo da Crittercism aponta que o iOS 8 provoca mais encerramentos forçados de aplicações em comparação com o seu antecessor, o iOS 7, e até mesmo com o Android 5.0.

Conhecido pela sua estabilidade e fluidez, o sistema operativo da marca da maçã não é perfeito e alguns utilizadores de equipamentos mais antigos, como o iPhone 4s, recusaram-se até a instalá-lo para não comprometer o bom funcionamento do equipamento. Agora, um estudo da Crittercism vem provar que o software é de facto mais instável - pouco, mas mais.

Os números da empresa de telecomunicações dizem que o rating de falhas de aplicações no iOS 8 é de 2,2%, um valor que ultrapassa os 1,9% do iOS 7. Por outro lado, o Android KitKat apresentava uma taxa de falha de 2,6%, mas esse número baixou para os 2% com a atualização para o Android Lollipop. Quer isto dizer que a cada 100 aplicações abertas utilizando o Android 5.0, em média há duas que sofrem um encerramento forçado.

Apesar dos números darem uma vantagem ao robot verde da Google, convém referir que o Lollipop marca presença em menos de 2% dos equipamentos Android e maioritariamente em equipamentos lançados nos últimos 12 meses, geralmente com especificações altas.

Para quem já utiliza as versões mais recentes dos diferentes sistemas operativos nos seus equipamentos, comprovam-se estes números?


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.