O relatório do primeiro trimestre ditou o fim da tendência que impactava os números da empresa há quase um ano consecutivo. De acordo com os dados divulgados pela empresa, agora o feito repete-se. Entre janeiro e março o Snapchat contava com 190 milhões de utilizadores ativos diariamente, subindo para 203 no segundo trimestre do ano, um aumento de 7%.

A aplicação redesenhada do Snapchat, lançada para dispositivos Android no último trimestre, parece ter causado impacto. De acordo com a empresa, com a nova aplicação os utilizadores estão a enviar mais 7% de snaps.

No entanto, a empresa continua a não ser lucrativa, apesar de se estar a aproximar lentamente disso. O Snapchat obteve 388 milhões de dólares em receita, um aumento de 48% em relação ao segundo trimestre do ano passado. Mas a empresa teve um prejuízo de 255 milhões de dólares no trimestre, ainda assim 28% menor do que no segundo trimestre 2018.

Os dados indicam ainda que a plataforma Discover do Snapchat está a ter mais popularidade do que o ano passado, com um aumento de 35% de utilizadores relativamente ao ano passado. No entanto, o Snapchat não disponibiliza números exatos de utilizadores.

O Snapchat foi criado em 2011 com o conceito de partilha de histórias que desaparecem ao fim de 24 horas. Entretanto, em 2016 o Instagram atualizou a aplicação com uma funcionalidade semelhante, o que pode ajudar a explicar os números negativos do Snapchat durante os últimos anos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.