As preocupações com o lixo eletrónico têm crescido nos últimos anos e, recentemente, Bruxelas aprovou uma série de recomendações para facilitar a recolha de telemóveis, tablets, computadores e carregadores usados. No entanto, manter em casa equipamentos antigos que já não estão em uso continua a ser uma opção para muitos europeus.

De acordo com dados avançados pelo Eurostat, no que toca a telemóveis e smartphones antigos, 49% mantêm os equipamentos em casa. Por outro lado, apenas 10% optam pela reciclagem e 17% por dar ou vender os equipamentos. 2% dos europeus deitam os telemóveis e smartphones antigos no lixo.

Entre os países com percentagens mais elevadas de pessoas que reciclam estes equipamentos destacam-se a Grécia (17,7%), a Áustria (16,7%) e a República Checa (15,5%). Portugal (9,7%) fica abaixo da média europeia de 10,3%. A Croácia (32%) e os Países Baixos (24%) são os países com as percentagens mais altas de pessoas que deram ou venderam os seus telemóveis ou smartphones antigos.

Clique nas imagens para ver com mais detalhe 

19% dos europeus mantêm computadores antigos em casa. 13% optam por enviar os computadores para a reciclagem, 8% dão a outras pessoas ou vendem os equipamentos e 2% mandam para o lixo.

A Suécia é o país com a maior percentagem de pessoas (29%) que opta por mandar os computadores antigos para a reciclagem. Seguem-se os Países Baixos (27%) e países como Finlândia (20,4%), Dinamarca (20,3%) e Áustria (19,8%). Portugal (11,8%) é um dos países que fica abaixo da média europeia de 12,8%.

Os Países Baixos (15%) e a Roménia (13%) são os países com as maiores percentagens de pessoas que deram os seus computadores antigos a outras pessoas ou que os venderam.

Europa quer incentivos financeiros e mais divulgação de programas de devolução de telemóveis, tablets, computadores e carregadores
Europa quer incentivos financeiros e mais divulgação de programas de devolução de telemóveis, tablets, computadores e carregadores
Ver artigo

Os dados partilhados pelo Eurostat permitem verificar que manter portáteis e tablets antigos em casa é uma opção escolhida por 33% dos europeus. Apenas 10% optam por enviar os equipamentos para a reciclagem, 11% preferem dá-los a outras pessoas ou vendê-los e 1% deita no lixo.

Suécia (18%), Finlândia (17,6 %) e Dinamarca (17,5%) são os países com as percentagens mais elevadas de pessoas que reciclam portáteis e tablets antigos. Segue-se a Grécia (16,5%) e a Croácia (15,3%).

Nesta categoria, Portugal (10,4%) fica um pouco acima da média europeia de 9,7%. Já a Croácia (35%) e a França (15%) estão entre os países com as maiores percentagens de pessoas que deram ou venderam os seus portáteis e tablets antigos.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.