A Honor partilhou um vídeo de teasing do seu próximo modelo Honor 50, prometendo um anúncio oficial no dia 16 de junho, num evento que será realizado em Shangai, na China. Para já ainda não foram partilhados nenhuns detalhes do smartphone, mas o vídeo demonstra que tem um design do módulo das câmaras traseiras baseado em dois anéis.

Anteriormente, a fabricante chinesa já tinha referido no Twitter que o seu novo smartphone premium vai estrear o novo processador 5G Snapdragon 778G da Qualcomm, pelo menos na sua versão standard. Já a versão Pro deverá ter o mesmo chip, esperando-se um modelo mais avançado o Pro+ com o Snapdragon 888.

A existência de uma versão Pro+ do Honor 50 foi revelado por uma entrada na base de dados de benchmark, diz a GSM Arena, revelando que o equipamento terá um ecrã AMOLED de 6,79 polegadas QHD+ a 120 Hz, 8 GB de RAM LPDDR5, 128 GB de armazenamento interno UFS 3.1 e uma bateria de 4.400 mAh suportada por carregamento rápido por fio a 66W e sem fios a 50W.

Diz ainda que o módulo de câmara frontal tem dois sensores, um principal de 32 MP e um segundo de 8 MP. Enquanto que os anéis traseiros albergam uma lente principal de 50 MP, uma ultra grande angular de 13 MP, uma telefoto de 8 MP e um sensor Time of Flight 3D.

De notar que não deixa de ser curioso o design dos dois anéis das câmaras traseiras do Honor 50 serem bastante semelhantes ao Huawei P50, segundo os rumores do design que estão a circular há algum tempo. A Honor separou-se da Huawei em novembro de 2020 e desde então tem vindo a ganhar “vida própria”. A empresa liderada por George Zhao conseguiu libertar-se das sanções dos Estados Unidos e acabou por renovar acordos com empresas tecnológicas americanas como a Qualcomm, a Intel, a AMD e a Microsoft, garantindo assim o acesso ao hardware e software que necessita para produzir smartphones, tablets ou mesmo computadores.

Provavelmente o Honor 50 e o P50 ainda partilhem de designs semelhantes, do tempo em que as duas empresas estavam relacionadas. Pode ver o vídeo de teasing do Honor 50 na Weibo.

O CEO da Honor revelou planos ambiciosos para a empresa em 2021, nomeadamente o querer ombrear de igual com a sua ex-dona Huawei, assim como a Apple, no mercado de smartphones topo de gama. Referiu ainda que já havia competição interna com a Huawei anteriormente, salientando que em junho e julho de 2020 as duas empresas alternavam entre o top 2 e top 3 do mercado chinês de smartphones. E agora, sem restrições no acesso a tecnologia, a empresa diz-se preparada para competir no segmento médio e alto do mercado.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.