Os portugueses terão gasto qualquer coisa como 50 milhões de euros em reparações de equipamentos eletrónicos estragados pelos seus animais de estimação, num total de 247 mil gadgets afetados pelas travessuras dos melhores amigos de qualquer família.



O tédio de estarem sozinhos e os ciúmes dos donos são os motivos mais frequentes para afiar dentes num laptop, num smartphone ou num tablet, por esta ordem. Os portáteis são os mais afetados pelas brincadeiras dos animais com consequências menos positivas para os donos (47%), logo seguidos pelos telemóveis (34%).



A pesquisa foi realizada pela SquareTrade e em Portugal entrevistou 1.400 donos de animais. Nesse universo 15% tinham histórias para contar de gadgets danificados pelos animais de estimação. Na maioria dos casos (73%) o animal de estimação roeu o dispositivo e em quase metade das situações (49%) o dono até estava presente na altura do "ataque".



Portugal surge neste estudo, que apurou dados para 14 países, com uma taxa de acidentes relativamente reduzida, se comparada com a de países como a Noruega, onde 29% dos inquiridos já foram vítimas das travessuras dos animais domésticos sobre os seus gadgets. No total dos 14 países, ao longo dos últimos 5 anos foram gastos 2,2 mil milhões de euros em reparações de equipamentos eletrónicos danificados por animais.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.