A Apple pode estar a preparar-se para produzir 96 milhões de iPhones até junho de 2021, num ano em que planeia fabricar até 230 milhões de modelos. Os valores do primeiro semestre de 2021 correspondem a um aumento de 30% em relação ao mesmo período deste ano.

A informação é avançada pelo Nikkei Asia, que garante que a gigante tecnológica de Cupertino pediu aos fornecedores que produzissem entre 95 a 96 milhões de iPhones dos primeiros seis meses do próximo ano. Os valores incluem modelos mais recentes, da gama iPhone 12, e os mais antigos iPhone 11 e iPhone SE.

A Apple lançou o iPhone 12 recentemente

A alegada previsão provisória da Apple para o ano de 2021, a confirmar-se, representa um aumento de 20% em relação a 2019. Ainda assim, de notar que estes números são regularmente atualizados consoante a procura dos consumidores.

Os números surgem depois de em novembro a Apple ter ultrapassado os mil milhões de utilizadores ativos graças ao iPhone. O smartphone continua a ser o modelo mais vendido de sempre, e 13 anos desde o seu primeiro modelo, a tecnológica ultrapassou uma marca importante.

Depois de alcançar esse marco, a empresa da maçã foi acusada de violar as leis de privacidade da UE e de monitorizar os utilizadores através do iPhone. A acusação surgiu da organização None Of Your Business, defendendo que a Apple usa códigos IDFA nos seus smartphones sem o conhecimento ou consentimento dos utilizadores.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.