No Apple Special Event 2019, os fãs dos smartphones da empresa da maçã ficaram a conhecer que, a nível de bateria, a Apple garantiu que o novo iPhone 11 vai ter um melhor desempenho, contando com mais uma hora de duração sem precisar de carregamento. Já a do modelo topo de gama dura mais 4 horas, sendo que a versão iPhone 11 Pro Max dura ainda mais duas horas.

Embora a gigante da tecnologia ainda não tenha tornado públicas as especificações exatas das baterias dos novos dispositivos móveis, a TENAA, a autoridade chinesa das telecomunicações, publicou os documentos registados pela Apple, os quais dão a conhecer aos mais curiosos estas informações, avança a Endgadget.

De acordo com o website MacRumors, um dos primeiros a descobrir a publicação, à semelhança do 9to5Mac, ao longo dos anos, a Apple tem vindo a registar os seus produtos na entidade reguladora por motivos legais, sendo que os documentos publicados demonstram, na grande maioria das vezes, informações fiáveis. Já no ano passado, dados exatos acerca das baterias e da capacidade RAM dos iPhone XS e XR surgiram no website da TENAA antes da sua comercialização.

Em comparação com os modelos lançados em 2018, os documentos revelados pela autoridade chinesa das telecomunicações indicam que o iPhone 11 conta com uma bateria de 3.110 mAh, uma capacidade 5.7% maior do que o iPhone XR. Os modelos topo-de-gama do smartphone situam-se nos 3.046 mAh, no caso do iPhone 11 Pro, e 3.969 mAh no iPhone 11 Pro Max, demonstrando, assim, potências 14.5% e 25% maiores do que as baterias do iPhone XS e do iPhone XS Max, respetivamente.

Além disso, a TENAA indica que no que toca às capacidades RAM dos smartphones na Apple, os três novos modelos apresentam 4 GB de memória e não 6 GB, tal como alguns rumores davam a entender, indica a 9to5Mac.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.