A Associação dos consumidores francesa testou 20 modelos de carregadores de marca branca, cujos preços variaram entre 1 e 35 euros em vários marketplaces, e as conclusões não são animadoras. Os dados mais preocupantes prendem-se com o facto de 11 dos 20 modelos testados apresentarem "graves defeitos" ou chegarem a ser perigosos para a saúde

As conclusões da investigação revelam ainda que apenas quatro modelos cumpriram com a regulamentação no que diz respeito ao registo da proteção contra picos de energia elétrica. Os casos menos graves, cinco no total, apresentaram defeitos com pouca gravidade.

Na publicação, a Associação dá a conhecer quais os carregadores seguros para os consumidores e, por outro lado, quais os que não devem ser utilizadores. Confira na fotogaleria.

A notícia surge numa altura em que a Comissão Europeia (CE) está a avaliar a proposta de normalização dos carregadores dos telemóveis. No entanto, nem todos concordam com a medida da CE, nomeadamente a Apple, que veio impugnar a proposta, defendendo que a tecnológica será a mais afetada. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.