Segundo a Bloomberg, pelo menos um dos dois equipamentos será lançado também durante este ano, ou já no início de 2019. Esse modelo terá um design em concha de orientação vertical, dobrando-se em duas partes iguais para se fechar. Para já conta com um ecrã exterior extra, que pode não chegar à versão comercial. Tudo dependerá da aceitação dos utilizadores, que pode ser testada quando o Fold chegar às lojas, já que o equipamento também segue esta linha de design.

O outro modelo terá um design semelhante ao do Mate X, da concorrente Huawei, com o ecrã dobrável no lado de fora do dispositivo, e a data de lançamento ainda não está definida, garante a Bloomberg, citando fontes próximas ao processo. Segundo a agência, este modelo já tem um protótipo e chegou a ser considerado como primeira opção da marca no segmento, mas acabou por ser preterido.

Com mais estas duas novidades, a Samsung pretende marcar desde cedo uma posição neste novo segmento de mercado, onde a empresa está a trabalhar há quase uma década, mas onde só nos últimos meses começaram a surgir os primeiros produtos comerciais.

As fontes contactadas pela Bloomberg indicam que a fabricante tem ainda mais algumas decisões por tomar, no que se refere ao novo segmento. Uma das questões em aberto é a inclusão ou não nos novos modelos de um sensor no ecrã para ler impressões digitais, idêntico ao incluido no Galaxy S10.

Enquanto isso, a empresa sul-coreana faz os ajustes finais ao Fold, que incluem melhorias na durabilidade do ecrã. Os testes realizados terão mostrado que depois de ser dobrado mais de 10 mil vezes, o display do dispositivo fica com um vinco, situação que poderá mesmo levar a Samsung a lançar o modelo com a garantia de troca gratuita do ecrã, segundo uma das fontes contactadas pela Bloomberg.

O Galaxy Fold vai chegar às lojas com um preço a rondar os 1980 dólares. O lançamento mundial está previsto para o final de abril, 3 de maio na Europa. O modelo integra um ecrã de 7,3 polegadas Infinity Flex Display, que recolhe até às 4,6 polegadas, quando o equipamento é dobrado. Tem uma resolução de 1536x2152 pixeís, em modo tablet, e de 840x1960 pixeís, quando é utilizado como smartphone.

Conta com duas baterias separadas pela dobra, 12 GB de RAM, armazenamento interno de 512 GB e um processador de 7 nanómetros. Integra seis câmaras, três na traseira, uma na frente e duas no topo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.