A Google e a LG voltaram a juntar forças para produzirem o mais recente elemento da linha de dispositivos Nexus. O smartphone apresenta características topo de gama, é o primeiro a ter a versão 4.4 do Android e tem ainda alguns truques de software para cativar os utilizadores. Tudo por 349 dólares, cerca de 256 euros, para a versão de 16GB.

[caption]Nexus 5[/caption]

O smartphone apresenta um ecrã de cinco polegadas com resolução Full HD, processador Snapdragon 800 de quatro núcleos a 2,3Ghz, 2GB de RAM e um sensor fotográfico de oito megapíxeis com estabilizador ótico de imagem. O Nexus 5 tem ainda NFC, Bluetooth 4.0 e suporte para redes LTE.

O design traz diferenças relativamente ao Nexus 4 e os materiais de construção também – sendo que o novo telemóvel é feito de um plástico com uma textura suave. Um pouco como já acontece com o LG G2, apresentado recentemente em Portugal.

O novo Nexus 5 já está disponível para compra através do Google Play de países selecionados – alguns dos quais europeus, mas onde não consta Portugal. Além da versão de 8GB há também um modelo de 32GB que vai ter um preço de 399 dólares, cerca de 293 euros.

Android 4.4

Parte dos melhoramentos feitos no sistema operativo são visíveis sobretudo nas aplicações de pesquisa e no Google Now. A tecnológica norte-americana diz que as pesquisas através do reconhecimento de voz estão agora até 25% mais precisas, sendo que o utilizador pode ativar o Now com um chamamento ao telemóvel, que pode ser personalizado. O assistente digital tem agora ainda a capacidade de responder a alguns dos comandos, por forma a garantir que a precisão da ação requerida pelo utilizador.

O novo Android KitKat é o golpe que a Google tem reservado para o problema da fragmentação. De acordo com a empresa o novo sistema operativo foi desenhado para poder correr sem problemas em telemóveis mesmo com 512MB de memória, enquanto que todas as aplicações da Google foram atualizadas por forma a consumirem menos memória do equipamento.

Foi ainda melhorada a forma como os sensores recolhem e comunicam os dados - o que ajuda a poupar na bateria -, havendo ainda espaço para algumas alterações visuais como menos intrusão das teclas virtuais.

O novo Android vai ficar disponível para os dispositivos Google mais recentes nas próximas semanas, enquanto nenhuma outra empresa deu até agora indicações de quando vão disponibilizar o software.

Nota de redação: corrigida informação sobre o armazenamento disponível nos dois modelos


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.