Como se esperaria, a TLC Communication arrumou na sua bagagem novos smartphones e um tablet para a maior feita de dispositivos do mundo, o Mobile World Congress que se realiza anualmente em Barcelona. São eles o Alcatel 3, o Alcatel 3L, o Alcatel 1S, assim como o novo Alcatel 3T de 10 polegadas. O objetivo da fabricante é alargar a sua gama de ofertas de equipamentos com acabamentos premium a preços acessíveis, todos eles pré-carregados com o Google Assistant.

A nova família Alcatel 3

O Alcatel 3 apresenta um ecrã de 5,9 polegadas, com um notch minimalista, capaz de oferecer uma imagem 19:9 HD+ numa área útil de display de 88%. No interior tem um processador octa-core Snapdragon da Qualcomm, 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento interno, expansível através de cartão microSD. O smartphone é alimentado por uma bateria de 3.500 mAh, prometendo durar um dia de trabalho extenso.

Em relação a câmaras, o equipamento aposta numa combinação de lente dupla, com 13 MP e 5 MP, capaz de realçar os efeitos bokeh em tempo real. Já a câmara frontal para capturas de selfies é de 8 MP. A fabricante destaca ainda a tecnologia de captura de fotos parecidas pela câmara dupla, oferecendo depois um novo foco pós-disparo, para melhorar a imagem. Da mesma forma, o já habitual suporte da inteligência artificial para ajudar a obter os melhores enquadramentos, consegue identificar até 21 cenários diferentes, em tempo real, e fornecer as melhores configurações como o contraste, saturação, brilho, nitidez e resolução.

O equipamento apresenta ainda na câmara secundária o Google Lens, destacando tudo o que o smartphone “vê” em redor. Além disso, a tecnologia Face Key utiliza reconhecimento facial para desbloquear o smartphone com maior segurança.

O Alcatel 3 chega ao mercado português no segundo trimestre do ano em duas cores: Gradient Black Blue e Gradient Blue Purple. A versão de 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento interno custará 199.99 euros, enquanto que a versão 4/64 GB custará 239.99 euros.

O Alcatel 3L oferece as mesmas características do Alcatel 3, incluindo o mesmo tamanho de ecrã de 5,9 polegadas e a mesma bateria de 3.500 mAh. O sistema de câmaras é também semelhante. Mas é no seu interior que estão as diferenças, mais concretamente no processador mais modesto, um Snapdragon quad-core da Qualcomm, 2 GB de RAM e 16 GB de armazenamento interno. Chegará ao mercado português por 169.99 euros em abril, em duas cores: Anthracite Black e Metallic Blue.

Para fechar a família de smartphones, a TLC introduziu o novo Alcatel 1S, o novo elemento da Series 1. O equipamento assenta em Android 9 Pie, oferece um ecrã de 5,5 polegadas com imagem 18:9 HD+, um processador octa-core, 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento interno, expansível por microSD. A sua bateria é de 3.060 mAh. Relativamente a câmaras, utiliza uma lente dupla na traseira, de 13 MP e 2 MP, apostando nos efeitos bokeh em tempo real. Tem igualmente funcionalidades de inteligência artificial e o reconhecimento facial Face Key. O sensor biométrico de impressões digitais foi colocado na parte traseira do equipamento.

O Alcatel 1S vai chegar a Portugal no segundo trimestre, por 169,99 em duas variações de cor: Metallic Black e Metallic Blue.

Há ainda um novo tablet de 10 polegadas

Por fim, a fabricante apresentou o novo tablet Alcatel 3T de 10 polegadas, com dois altifalantes frontais. Tem uma bateria de 4.080 mAh e é alimentando pelo sistema operativo Android 9 Pie e tem o Google Assistant pré-instalado. O dispositivo apresenta reconhecimento de voz DSP, até três metros de distância, para controlo de áudio em modo mãos livres para filmes, músicas e até responder a perguntas, por exemplo.

O tablet oferece ainda um acessório opcional Audio Station, que pode ser ligado ao equipamento para obter som “mais potente e profundo”, com autonomia para sete horas de música ininterrupta. Quando ligado ao tablet, o acessório permite ter acesso instantâneo às apps, fotos, calendário, músicas e até previsões meteorológicas. O Audio Station incorpora ainda uma entrada auxiliar de jack 3,5 mm, Micro-USB, leitor de cartões MicroSD.

Relativamente a preços e disponibilidade, o Alcatel 3T 10” chegará às lojas no segundo semestre do ano, a 199,99 euros, mas se optar pelo pack com o acessório Audio Station, custará 249,99 euros.

Alcatel com ecrãs dobráveis? Sim, mas apenas em 2020

Para além dos dispositivos, a TLC Communication revelou a sua tecnologia patenteada DragonHinge, que irá suportar o futuro portfólio móvel de ecrãs flexíveis da fabricante. Trata-se da resposta da fabricante para a tendência atual dos dispositivos com ecrãs flexíveis. A empresa não pretende entrar na corrida dos “primeiros” a oferecer equipamentos com ecrã dobrável, como o Samsung Galaxy Fold ou o Royole da FlexPai, projetando a chegada ao mercado com produtos baseados em DragonHinge em 2020. Até lá, a empresa está também a trabalhar com os seus parceiros para amadurecer o software, para entregar aos seus clientes uma experiência completa.

A empresa utiliza ecrãs AMOLED flexíveis e personalizados pela empresa CSOT, do grupo da TCL, recorrendo a um invólucro mecânico para os equipamentos, permitindo que sejam dobrados e vergados de forma a suportar diversas utilizações. Segundo a fabricante, a tecnologia permite movimentos contínuos e ajustáveis dos ecrãs, oferecendo novas oportunidades de experiências aos utilizadores.

O SAPO TEK está a explorar todos os espaços da Mobile World Congress 2019 e trouxe já as principais novidades e tendências, assim como anúncios de produtos, mas ainda tens mais para contar e pode continuar a acompanhar tudo aqui.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.