O presidente e diretor de operações da subsidiária norte-americana da Samsung, numa mensagem de vídeo publicada ontem, pediu desculpas aos consumidores pela quebra de confiança na marca que os incidentes com o Galaxy Note 7 possam ter causado.

No mesmo vídeo, Tim Baxter diz as palavras “por favor” duas vezes e pede aos consumidores, que ainda não trocaram os smartphones potencialmente defeituosos por outros, que desliguem os seus Note 7 e os devolvam sumariamente à Samsung.

O vídeo foi publicado no mesmo dia em que o programa de troca de dispositivos nos Estados Unidos recebeu luz verde por parte da Comissão de Segurança de Produtos de Consumo.

Tim Baxter garante que os novos telemóveis estarão disponíveis para troca não mais tarde do que dia 21 de setembro, quarta-feira.

Depois de todos os avisos já feitos em todo o mundo pela tecnológica sul-coreana, ainda há quem continue a utilizar os Galaxy Note 7.

Tendo em conta que representam uma ameaça à segurança e integridade física das pessoas, várias entidades do setor da aviação, como a TAP ou a norte-americana FAA, já aconselharam vivamente a não utilização dos Galaxy Note 7 a bordo das aeronaves.

Recorde-se que as "baterias explosivas" dos Galaxy Note 7 foram responsáveis por incidentes que puseram a vida de alguns consumidores em xeque.

O responsável assegurou que o probelema com as baterias já está resolvido e que os novos Note 7 são seguros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.