A Google deve lançar uma versão melhorada do Nexus 7 em julho e até ao final do ano conta vender cerca de oito milhões de unidades do tablet. Também fabricado pela Asus, o dispositivo teria a resolução do ecrã melhorada, um rebordo mais fino e o processador deixaria de ser da Nvidia para ser um Snapdragon da Qualcomm.

Ainda não é certo qual o modelo de processador que será incorporado - Snapdragon 600 como o do Galaxy S IV ou o Snapdragon 800, a próxima geração da Qualcomm - mas a escolha desta fabricante sobre a Nvidia estará alegadamente relacionada com o mais baixo consumo de energia que estes chips de processamento requerem.

As informações são avançadas pela Reuters que cita duas fontes anónimas mas que estão em contacto com o desenvolvimento do novo tablet. Com a versão renovada do Nexus 7 a Google quer continuar a fazer frente à linha Kindle Fire da Amazon e quer também impedir que o iPad Mini ganhe vantagem no mercado dos tablets de pequena dimensão.

O preço do equipamento pode situar-se entre os 149 dólares e os 199 dólares para o modelo mais básico, e a versão atual do Nexus 7 pode ser descontinuada ou pode sofrer um corte significativo no preço, segundo revelaram as fontes. A Google continuaria assim a apostar num modelo de negócio de equipamentos onde a margem de lucro direta é inexistente.

A Google, a Asus, a Nvidia e a Qualcomm não comentaram os relatos da Reuters.

O Nexus 7 que existe no mercado foi lançado em junho passado e foi anunciado na Google I/O 2012. É possível que na edição deste ano da conferência de programadores da gigante de Moutain View sejam anunciados novos dispositivos e uma nova versão do Android.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.