O novo smartphone dobrável da Samsung, o Galaxy Z Flip chegou a Portugal no passado dia 21 de fevereiro, e menos de uma semana depois, a fabricante informou que o equipamento já esgotou. A Samsung não revelou quantas unidades conseguiu colocar no mercado português, disponíveis nas lojas online e físicas da marca, assim como nas três principais operadoras (MEO, Vodafone e NOS).

Com um preço de 1,529 euros, o mercado português não foi o único onde o equipamento esgotou. Também nos Estados Unidos, Espanha, França e Suíça, as unidades disponíveis desapareceram das lojas.

“Durante os últimos meses, a Samsung concentrou-se no desenvolvimento de um novo dispositivo dobrável que permitisse garantir a melhor experiência móvel para o consumidor, e isso resultou no recém-lançado Galaxy Z Flip. Sabemos que os consumidores nacionais gostam de novidades no que toca à tecnologia e isso reflete-se no número de vendas, cada vez maior, deste tipo de dispositivos”, destaca José Correia, Diretor de Produto Mobile Samsung Ibéria.

O smartphone apresenta um ecrã de 6,7 polegadas e foi lançado em três cores: mirror purple, mirror black e mirror gold (este último não chegou ao mercado nacional). Na caixa poderá ainda encontrar o cabo de dados, adaptador de viagem, uma capa transparente e earphones de ouvido USB-C com tecnologia AKG.

O modelo tem uma câmara dupla, com uma ultra grande angular de 12 MP e outra grande angular de 12 MP. Quanto à câmara selfie tem 10 MP e, no que toca à memória, conta com 8 GB de RAM e até 256 GB de armazenamento interno. O equipamento tem uma bateria dupla de 3.300 mAh.

Poderá utilizar o smartphone em diferentes ângulos, como por exemplo, pousá-lo numa mesa em 90 graus para que possa ver conteúdos de vídeo. No pequeno ecrã externo é possível ler notificações e outras informações minimalistas, tal como a hora e data, e o estado da bateria, além de poder atender chamadas. Tem o primeiro sistema punch-hole num smartphone dobrável, o chamado "Flex Mode".

De recordar que, embora só afete o mercado sul-coreano, o Coronavírus obrigou a fabricante a encerrar a sua fábrica de produção na cidade de Gumi, na Coreia do Sul. O encerramento vai afetar a produção do Galaxy Fold e do Z Flip. A decisão surgiu depois de se ter confirmado que um dos seus funcionários da fábrica tinha sido infetado com o Coronavírus.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.