O sistema operativo móvel da Google vai acabar o ano de 2013 com mais quota de mercado em tablets do que o iOS da Apple. O volume de vendas dos iPad e iPad Mini não vão ser suficientes para contrariar a grande quantidade de dispositivos móveis que vão chegar ao mercado equipados com Android.

O iOS vai acabar 2013 com uma representação de 46% do total dos utilizadores de tablets, enquanto o sistema operativo do robô verde terá uma percentagem de utilização de 48,8 pontos. Os dois ecossistemas das tecnológicas norte-americanas vão dominar por completo os 190,9 milhões de tablets vendidos durante este ano.

Inicialmente as previsões da IDC apontavam as vendas para a casa dos 172 milhões de dispositivos, números que foram revistos em alta pela empresa de análise. A justificar a alteração está a procura crescente por tablets com tamanho igual ou inferior a oito polegadas, nos quais se incluem o iPad Mini e uma boa fatia dos tablets lançados com Android.

Como a tabela seguinte representa, os sistemas operativos da Microsoft - o Windows 8 e Windows RT - vão acabar o ano com uma fraca expressão a nível de quota de mercado.

[caption]IDC tablets 2013[/caption]

Apesar do cenário negativo, os ecossistemas Windows, vão aumentar as taxas de utilização até 2017, enquanto a Google e a Apple vão baixar nesse capítulo. O Windows 8 é o que vai evoluir mais, cerca de 5%, numa média de 1% por ano. Contudo, a distância para os sistemas operativos das tecnológicas rivais vai continuar a ser muito significativa.

"A decisão da Microsoft em distribuir dois sistemas operativos diferentes para tablets, gerou fracos resultados em termos de mercado até agora. A Microsoft e os parceiros estariam melhor servidos caso se focassem as atenções no melhoramento do Windows 8", considera em comunicado um dos analistas da IDC, Tom Mainelli.

O crescimento dos tablets em geral vai prejudicar o mercado dos e-readers. Até 2017 as vendas devem diminuir cerca de 17%, mas este ano e em 2014 as expedições de leitores eletrónicos para o retalho ainda vai conhecer um crescimento ligeiro. Em 2012 foram vendidos 18,2 milhões de e-readers.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.