Anunciado em fevereiro, o modelo vem equipado com ecrã AMOLED 1080p de 6,47 polegadas. No entanto, os clientes só deverão ter acesso à rede 5G em outubro, mês em que a China promete arrancar com a comercialização da tecnologia, de acordo com a Gizchina.

Para além da ZTE, em maio a mesma fonte avançou que a cobertura 5G no território ia ser garantida pela Huawei e pela Ericsson. Mas de acordo com a agência Xinhua, que avançou com a notícia do lançamento do modelo da ZTE, a China Telecom e a China Unicom também receberam licenças para operar as suas próprias redes 5G comerciais.

De acordo com a agência, a Huawei não deverá lançar o Huawei Mate 20 X 5G antes de 16 de agosto, apesar de o modelo já ter sido lançado noutros países.

Portugal foi um desses países, que se antecipou em relação à China, tendo em conta que o lançamento do primeiro smartphone 5G da Huawei aconteceu no sábado, 3 de agosto, através da NOS. No entanto, o panorama não é tão animador quanto o caso chinês, uma vez que o governo português ainda não tem uma data prevista para o lançamento comercial da tecnologia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.