2019 deverá trazer novos iPads económicos para o mercado e, de acordo com o progrmador Steve Troughton-Smith, que mergulhou a fundo no código da versão beta do iOS 12.2, estes equipamentos não deverão contar com Face ID. Em vez disso, os tablets vão continuar a recorrer ao sistema biométrico das impressões digitais, para autenticar a identidade do utilizador. Em consequência, este pormenor é também sinónimo de um design mais convencional e distante da renovação estética que foi aplicada ao novo iPad Pro, em 2018.

Novo iPad Pro continua a "aterrorizar" reparadores
Novo iPad Pro continua a "aterrorizar" reparadores
Ver artigo

Outra conclusão que podemos tirar é que a tecnologia de reconhecimento facial da Apple ainda não é propriamente barata, uma vez que, no que toca a este iPad que referimos, a empresa tende a focar-se em manter o preço numa fasquia comportável.

Note, no entanto, que a tecnológica norte-americana poderá introduzir seis novos modelos no mercado, dado que, recentemente, foi este o número de novos iPads que registou junto da Comissão Económica da Eurásia.

Surpreendente é a inclusão de referências a um novo iPod touch no código deste novo iOS. A imprensa internacional escreve que, neste campo, a gigante tecnológica deverá limitar-se a empregar uma renovação técnica neste equipamento, substituindo os componentes de hardware por versões mais modernas, como é o caso do processador A8 que está integrado nas últimas versões lançadas no mercado.

A última geração de iPods foi apresentada em 2015.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.