A natureza do iOS impede o download de aplicações de fontes não oficiais. Ao contrário do que acontece no Android, onde é possível descarregar apps da internet e de outras lojas de aplicações, a App Store é o único ponto de destino para os utilizadores com iPhone ou iPad que procuram novas apps para os seus equipamentos. Ou pelo menos era, até há uns dias.

Riley Restut, programador, afirmou que vai lançar uma loja não oficial de aplicações para iOS. A loja chama-se AltStore e Restut garante que conseguiu ultrapassar todas as restrições de segurança que impossibilitavam o surgimento de uma destas plataformas. O programador diz que a loja vai ajudar a "expandir os limites" do sistema operativo da Apple.

Anteriormente, para ter acesso a aplicações através de vias não oficiais, o utilizador tinha de fazer jailbreak ao iPhone, podendo, com isso, causar danos irreparáveis no equipamento.

tek alt store

Para dar a volta a todos os constrangimentos técnicos, a AltStore simula um perfil de programador, forçando o iPhone a aceitar aplicações de teste. A cada sete dias, as aplicações instaladas são novamente validadas, de forma automática, para que o iPhone não as apague. E, para isto, basta ter um Apple ID.

O acesso a esta loja permitir-lhe-á ter acesso a várias aplicações proibidas no iPhone, como emuladores de consolas, por exemplo (sim, já pode jogar GameBoy no smartphone).

Em conversa com o The Verge, Testut adiantou que será praticamente impossível bloquear a AltStore, uma vez que o funcionamento do iOS não o permitiria sem que, pelo meio, fossem provocados alguns danos colaterais graves ao ecossistema Apple. Em suma, isto significa que a AltStore veio para ficar, pelo menos até a Apple tomar ações legais contra o responsável.

A loja está disponível para teste, sendo que uma versão final será lançada a 28 de setembro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.