A Apple anunciou na edição de 2019 do World Wide Developers Conference (WWDC) o lançamento de várias tecnologias inovadoras que terão como objetivo tornar a tarefa de criar novas e poderosas aplicações mais fácil e mais rápida para os developers.

A principal novidade é o Swift UI, que vai permitir criar interfaces para aplicações móveis utilizando muito menos código. A nova framework é baseado no Swift, a popular linguagem de programação da Apple que foi utilizada para construir mais de 450 mil aplicações, e conecta-se ao Xcode, o software usado para construir apps para iOS e iPad.

Esta acaba por ser a resposta da empresa liderada por Tim Cook a ferramentas de grande sucesso e popularidade como o React Native, criado pelo Facebook, ou o Flutter, da Google. Ainda assim, developers por todo o mundo aguardam com enorme expectativa o que a Apple lhes reserva com o novo SwiftUI. Martin Lasek, developer independente, disse à Business Insider que “foi como se fosse magia”, após ter testemunhado na WWDC “a quantidade incrivelmente menor de código” que vai ser necessária, considerando o SwiftUI “muito promissor”.

tek SwiftUI

A Apple apresentou também novidades em relação à sua plataforma de realidade aumentada, nomeadamente o ARKit3 e o RealityKit. Com o ARKit3 será possível aceder a novas funcionalidades como captura de movimento, oclusão de pessoas, rastreamento de múltiplos rostos ou uso simultâneo de câmara frontal e traseira, entre outros.

tek ARKit3

Já o RealityKit terá como objetivo facilitar a integração de conteúdo 3D em aplicações, incluindo as de realidade aumentada. Vem acompanhado de uma outra ferramenta, o Reality Composer, que vai tornar mais fácil para developers sem experiência em 3D modelar conteúdo neste tipo de gráficos para jogos e aplicações. O RealityKit vai estar disponível para todas as plataformas da Apple, incluindo iOS 13 e macOS Catalina.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.