Desconhece-se a altura em que a ideia começou a surgir, mas sabe-se em que momento começou a ser posta em prática. Diz uma muito popular enciclopédia online que tudo terá partido da criação do conceito Mars Oasis por parte de Elon Musk, um projeto para pousar uma estufa experimental em miniatura e cultivar plantas em Marte, mais propriamente da tentativa infrutífera de comprar foguetões baratos de que o plano necessitava. É que foi perante tal desaire que o empresário teve a ideia de criar uma empresa que construísse foguetões “acessíveis”. Estávamos em 2001.

A SpaceX como a conhecemos nasceria no início do ano seguinte, com data formal de constituição registada a 6 de maio de 2002. Em 16 anos foram muitos os contributos para a história da exploração espacial, nem sempre fáceis de conseguir, em redor do conceito de produção de foguetões reutilizáveis. Desejam-se aplausos e suspiros de alívio, mas pelo meio há o risco de explosão antes sequer de o foguetão sair da plataforma de lançamento, quanto mais na manobra delicada de chegada, seja ao mar ou em terra.

Prevalecem os relatos dos sucessos conseguidos, como os que pode ver na galeria de imagens, e de outros projetos e ideias associados que ainda estão em desenvolvimento, que são sempre notícia. Neste conjunto cabem desde uma nova geração de fatos de astronautas, a colonização de Marte ou as “viagens espaciais” entre diferentes pontos da Terra.

Sabemos como a SpaceX começou, mas claro que ainda não sabemos como vai terminar. Certeza só uma: a de que já não sai da história da exploração espacial.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.