Foi um dos poucos sortudos que conseguiu agarrar uma das consolas de última geração ou preferiu apanhar o comboio da geração anterior, agora que PlayStation 4 e Xbox One se encontram disponíveis a preços bastante mais baixos? Desembrulhou uma Switch na noite de Natal ou recebeu um computador novo e está desejoso de ver até onde é que a máquina o leva sem pecar na performance? Se um destes quatro cenários retrata o seu último Natal, há, pelo menos, duas certezas que importam ter em conta: há uma nova plataforma de videojogos na sua vida e todas elas lhe dão acesso a uma biblioteca imensa de títulos que dificultam a decisão de escolher um por onde começar.

Para quem recebeu uma PlayStation 5 ou uma Xbox Series X, o exercício é mais simples. É verdade que ambas as consolas são retrocompatíveis com a maioria dos jogos da geração passada, mas é também verdade que já existem alguns títulos otimizados para alcançar uma performance superior nestes sistemas. Talvez por isso sejam mais aliciantes, especialmente para os jogadores que procuram uma experiência visual atualizada.

Na Xbox Series X, é possível obter isso com Cyberpunk 2077, por exemplo. Embora o jogo não seja recomendado para a Xbox One (nem para a PS4), onde a jogabilidade está repleta de problemas de vários tipos, a verdade é que este continua a ser um dos melhores títulos de 2020. No PC, bem como nas novas consolas da Microsoft e da Sony, o jogo sobressai. A CD Projekt Red continua dedicada à reparação dos sobressaltos que vão sendo identificados, o que significa que o jogo será certamente melhor com o passar do tempo, mas a crítica é praticamente unânime na avaliação do último projeto do estúdio polaco, uma vez que as pontuações que lhe foram atribuídas em avaliação são bastante positivas.

Se não for fã de jogos em mundo aberto e preferir um clássico, pode começar pelo maior exclusivo do ecossistema Xbox: Halo.

No PC, há neste momento uma série de hits que reúnem uma grande comunidade de jogadores. O maior deles todos é Among Us que, de acordo com um estudo elaborado pela Nielsen, é o jogo mais popular de sempre, depois de, em novembro, ter chegado perto dos 500 milhões de utilizadores ativos.

Há uma outra comunidade ativa em torno de Valorant. Este jogo foi lançado em 2020 e trata-se de um first-person shooter que se desenrola em partidas de cinco contra cinco, onde pode escolher heróis com habilidades especiais.

2020 foi também o ano em que alguns títulos de nome feito transitaram das consolas para o PC. Um desses casos foi Horizon: Zero Dawn, que pode agora ser jogado em computador, antes do lançamento da sequela, que está agendada para o próximo ano.

A PlayStation inaugurou o ciclo de vida da sua nova consola com Marvel's Spider-Man: Miles Morales e com o remake de Demon's Souls, mas é com Astro's Playroom que pode experienciar todo o potencial do DualSense, o novo controlador da Sony. o jogo já vem instalado na consola, mas enquanto todos esperavam uma simples demo de performance, a empresa acabou nos entregar um jogo de plataformas completo que não só serve de porta de entrada aos utilizadores que acabam de chegar à PS5, como oferece uma primeira experiência de jogo de qualidade.

Astro's Playroom é um exclusivo PS5, o que não é o caso de Assassin's Creed Valhalla ou Ghost of Tsushima, que podem também ser jogados na PS4. Ghost of Tsushima foi, de resto, o vencedor do prémio Player's Voice Award 2020, atribuído na última cerimónia dos The Game Awards graças ao voto popular.

2020 foi igualmente positivo para a Nintendo Switch, que continuou a somar juntar títulos aclamados ao seu portfólio. Hades é um dos melhores exemplos. O jogo foi nomeado para vários prémios de Jogo do Ano nas últimas semanas e chegou mesmo a ser declarado como tal por vários meios de comunicação social, pelo que não haverá muitos argumentos superiores a este que o possam ajudar a decidir por que título começar.

Se estiver à procura de um jogo mais familiar, pode optar por Animal Crossing: New Horizons. O jogo, que este ano se tornou numa espécie de refúgio virtual, foi, de acordo com o presidente da Nintendo, "muito além das expectativas" que a empresa tinha, quer pelas vendas, quer pela importância que adquiriu por conta da pandemia. Em entrevista à Polygon, Doug Bowser disse ter assistido a " pessoas a celebrar o fim de curso; a ter festas de aniversário; até casamentos - virtualmente, através do próprio jogo", pelo que há já uma espécie de Terra 2.0 para descobrir neste universo virtual.

Independentemente do jogo que escolher para iniciar a sua jornada, saiba que as lojas digitais de todas estas consolas, bem como a Epic Games ou a Steam, no caso do PC, estão repletas de propostas de todos os géneros e preços, pelo que a maior dificuldade não deverá ser encontrar um título que lhe encha as medidas, mas sim escolher entre os vários que o conseguem fazer.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.