Segundo os dados partilhados pelo Observatório Astronómico de Lisboa, a Lua de ontem foi 14% maior e 30% mais brilhante do que a que podemos observar no apogeu, e quando observada perto do horizonte parecia ainda maior, devido a um fenómeno de ilusão ótica.

Este é o tipo de fenómenos que apela a quem gosta de observar e fotografar a Lua, e não faltam boas imagens partilhadas por utilizadores em vários sites, mas também de fotógrafos profissionais.

A Super Lua Cheia acontece pela ocorrência simultânea da fase de Lua Cheia e da posição do satélite natural no perigeu, ou seja, do ponto da sua órbita em que se encontra mais próxima da Terra.

Nos Estados Unidos esta é também chamada Worm Moon, ou a Lua da Minhoca, numa referência ao fim do degelo, e a saída das minhocas da terra.

Em Portugal a Super Lua teve início às 17:48, mas a fase do perigeu só aconteceu já na manhã de hoje, dia 10, às 6:29 horas. Estima-se que durante este fenómeno, a Lua se aproxime a uma distância de 357.121,853 km da Terra. O Observatório refere ainda que existe um desfasamento de 12:41 horas entre a Lua Cheia e o perigeu.

O OAL referia porém que a melhor oportunidade para observar a Super Lua Cheia seria no momento do seu nascimento, na altura em que esta surge no horizonte, que estava previsto para ontem às 18:25 no Porto, 18:30 em Lisboa.

O fenómeno da Super Lua Cheia vai repetir-se duas vezes este ano, a 8 de abril e a 7 de maio. O do próximo mês será o mais impactante pois o desfasamento será de cerca de 8:30 horas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.