Era a 15ª e mais perigosa etapa da viagem que o Solar Impulse 2 está a realizar em torno do globo, dizem os pilotos Bertrand Piccard e André Borschberg, mas foi concluída com sucesso e sob aplausos. O avião solar mais famoso do mundo aterrou esta manhã em Sevillha, após ter percorrido 6.765 km ao longo de dois dias, 23 horas e oito minutos.

Os responsáveis do projeto afirmam que esta foi “a primeira vez que um avião solar cruzou toda a extensão do oceano Atlântico”, tendo sido atingida uma altitude máxima de 8.534 metros e consumida energia solar na ordem dos 1.338 kWh.

Esta parte da viagem teve início na passada segunda-feira e estava previsto que o voo demorasse cerca de 90 horas, tempo que não foi necessário na totalidade. À chegada a Sevilha, Bertrand Piccard agradeceu à equipa e afirmou que tudo “correu de forma absolutamente perfeita”.

O piloto fica na história por ser o primeiro a completar a travessia com um avião movido a energias “limpas”, depois de Charles Lindbergh ter feito o mesmo em 1927, mas utilizando um avião cujos motores se alimentavam de combustíveis fósseis (e terminando a ligação em Paris).

É possível ficar a conhecer todos os pormenores desta e de todas as outras etapas no site oficial do projeto Solar Impulse 2. Está curioso acerca do interior do avião? Veja o panorama do cockpit pela “ótica” do Google Street View.  

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.