A NetherRealm Studios continua empenhada a expandir a sua série de combate com mais conteúdo e sobretudo a alimentar uma narrativa em torno das suas personagens principais. É o regresso de Raiden, Jonnhy Cage, Sony Blade, Scorpion e Sub-Zero, algumas das personagens do título original lançado há 27 anos nas máquinas árcade e consolas. O novo jogo chega hoje às lojas no PC, PS4 e Xbox One (a versão Nintendo Switch foi adiada na Europa para maio).

Mortal Kombat 11 apresenta mais uma narrativa envolvente que justifica o controlo de múltiplas personagens, dando-lhes as motivações para se defrontarem nas arenas de combate. É uma fórmula vencedora, repetida não só pela terceira vez desde o reboot de 2011, como aplicada com sucesso à outra série do estúdio focada nos super-heróis da DC Comics, Injustice. No novo capítulo, a equipa liderada pelo criador Ed Boon decidiu misturar um pouco a trama, com viagens temporais, o que permite o confronto entre versões mais novas das conhecidas personagens.

O jogo apresenta um leque inicial de 25 personagens, a maioria conhecida dos fãs da série, mas marca a estreia de três novos nomes: Cetrion, Geras e o Kollector. Tal como é habitual, o estúdio irá libertar nos próximos meses novos lutadores para o elenco de “kombate”. Apresenta ainda Kronika, a primeira boss feminina da série, e responsável pela manipulação do tempo.

O jogo destaca-se pela quantidade de conteúdo disponível, para além da intensa e longa história, as famosas Towers, um formato clássico onde terá de defrontar uma sucessão de inimigos para receber diferentes recompensas. O novo capítulo introduz as novas Towers of Time, elevando o desafio com os seus modificadores especiais que baralham as regras do combate, tais como a personagem perder energia progressivamente ou mais velocidade do oponente, para dar exemplos.

Ao longo de todas as partidas e modos, irá desbloquear ouro, que serve para abrir baús com itens, mas também desbloquear equipamento cosmético para as personagens, assim como os chamados “augments” que são melhorias que pode equipar. Há muita coisa para desbloquear no jogo, sobretudo nos baús espalhados pela cripta (o regresso do cenário possível de explorar livremente).

Obviamente que os embates online continuam a ser um foco de atenção, premiando os jogadores pelas vitórias. Para ser mais justo, quando é encontrado um oponente, o jogo apresenta estatísticas de vitórias e derrotas, cruzando as percentagens de probabilidade de sucesso no embate, pelo que pode negar se achar que a luta será desleal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.