Os próximos satélites da “frota” Galileo têm lançamento previsto para 25 de julho próximo, a partir da Guiana francesa, e já estão a ser preparados para a viagem.

GPS da Europa tem mais quatro satélites com tecnologia portuguesa
GPS da Europa tem mais quatro satélites com tecnologia portuguesa
Ver artigo

Os quatro satélites foram colocados nos seus contentores de proteção para serem transportados do edifício de processamento S1A para o edifício de preparação de carga útil S3B, onde foram atestados com hidrazina, um combustível que “alimentará” os satélites durante os seus 12 meses de trabalho.

O próximo passo é encaixar o “quarteto” no dispensador que os manterá no seu devido lugar de forma segura durante o lançamento e, em seguida, libertá-los no espaço quando a unidade superior do foguetão Ariane 5 atingir a órbita prevista de 22,222 km de altitude.

Com um orçamento global superior a 10 mil milhões de euros, o programa Galileo foi lançado em 1999, co-financiado pela ESA e pela Comissão Europeia e deverá estar completamente operacional em 2020, mas todos os carros novos vendidos na Europa em 2018 terão instalado o sistema para navegação e chamadas de emergência. Atualmente contabilizam-se em mais de 100 milhões os dispositivos que o usam.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.