Ao contrário de anos anteriores, a realidade virtual e a realidade aumentada estão relegadas para espaços menos destacados nos stands da maioria dos fabricantes, mas a Lenovo trouxe novas propostas para a IFA e atraiu grande parte da atenção com o novo Lenovo Explorer e o Star Wars: Jedi Challenges, que integra um dispositivo de realidade aumentada e um sabre de luz, num jogo desenvolvido em parceria com a Disney.

Num stand onde os jogos têm grande domínio, com várias workstations disponíveis para os jogadores, o espaço central está mesmo ocupado pela realidade virtual, e a possibilidade de experimentar a sensação de se tornar um Jedi, e lutar contra o lado negro da força, levou muitos visitantes a fazer filas.

O kit já está em pré-venda nos Estados Unidos e deve chegar às lojas em outubro, mesmo a tempo da época de Natal, e inclui um headset Lenovo Mirage AR, um beacon de localização e um controlador sabre de luz, que permitem entrar no mundo do Star Wars e completar vários desafios e múltiplos níveis.

O TEK experimentou e mesmo sem grande habilidade com o sabre de luz conseguiu enfrentar Darth Vader durante alguns minutos. Mas mais importante foi perceber que o kit ainda não está totalmente afinado e a tenologia precisa de amadurecer mais um pouco.

 

Por dentro do headset Lenovo Mirage AR está um smartphone que pode ser Android ou iOS, que é inserido nos óculos de uma forma bastante mais complicada do que a que estamos habituados noutros dispositivos de realidade virtual. A experiência não foi também a melhor. Os óculos são bastante pesados e nem sempre a sincronização da imagem de realidade aumentada foi rápida, o que num jogo como este significa que não se consegue defender dos ataques do opositor.

A justificação apresentada pelo responsável pela demo foi que o produto é ainda um protótipo, e que o Lenovo Mirage AR estava a ser usado há várias horas na feira, pelo que provavelmente já não estaria na melhor “forma”.

Do lado da realidade virtual a Lenovo tem também uma nova proposta, o Lenovo Explorer, um headset que funciona em combinação com o PC Windows 10 e que está desenhado para permitir usar apps, ver vídeos e jogar. Para navegar é necessário usar controladores, incluídos no pacote, ou um controlador da Xbox.

Na feira as demos disponíveis eram limitadas e não permitiam explorar a fundo o potencial do Lenovo Explorer, embora a qualidade de imagem e rapidez de reação se mostrem equivalentes a outros equipamentos que estão no mercado.

O Lenovo Explorer vai estar à venda em alguns mercados nos próximos meses e a gama de preços definida ronda os 450 euros para o modelo com os Motion Controllers.

Na IFA a Lenovo lançou também novos portáteis Yoga, o Yoga 720 e 920, e o Mixx 520, com teclado destacável na linha do Surface da Microsoft. Há ainda na nova oferta o Tab 4 Home Assistant, uma assistente virtual baseada na Alexa que permite controles de voz mas que está integrada com o tablet.

Acompanhe com o TEK todas as novidades da IFA 2017 que decorre até 6 de setembro e os principais lançamentos de produtos e conferências. Estamos no terreno para trazer as notícias e as imagens da maior feira de eletrónica de consumo da Europa.