Se o objetivo de quem cria robots à imagem do ser humano é que os mesmos se pareçam cada vez mais com o homem, as expressões e as emoções são cada vez mais o mote para muitas das experiências em curso.



Uma equipa de investigadores do Centro de Pesquisa Inter-departamental "E.Piaggio", da Universidade de Pisa, em Itália, acaba de anunciar um novo robot capaz de simular as reações de 52 músculos faciais humanos, tendo como base 32 motores colocados em pontos estratégicos. Deste modo, os seus responsáveis referem que o robot consegue simular uma ampla gama de estados emocionais, entre empatia, felicidade e tristeza - todas elas de forma não-verbal.




Os investigadores usaram a tecnologia FACE (Facial Automation for Conveying Emotions), desenvolvida com base na colocação de diferentes sensores no rosto humano e posterior aplicação para modelos de software, permitindo optar por diferentes experiências e estados emocionais aplicados ao robot. Em termos práticos, o robot aprende a imitar as emoções humanas atuais, aplicando-as nos respetivos contextos.



Apesar da aparência algo estranha, conheça a versão do novo robot FACE



Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.