Poderão robôs LEGO aprender a tocar música em instrumentos reais? O desafio foi lançado pela empresa dinamarquesa de brinquedos e Sam Battle, criador do canal Look Mum No Computer no YouTube, aceitou-o e cumpriu-o. Depois mais de 3.000 horas de trabalho, Battle conseguiu programar os novos droids da marca e criar uma orquestra para tocar o tema principal da Guerra das Estrelas.

Ao todo Battle precisou de programar quase 100 robôs (46 RD-D2s, 26 Mouse Droids e ainda 23 Gonk Droids) para tocar o famoso tema composto por John Williams num vasto conjunto de instrumentos, o qual contou com, por exemplo, 10 xilofones e violinos, quatro violoncelos, oito teclados e ainda seis baterias eletrónicas.

Lançada em setembro deste ano, a LEGO Star Wars Boost Droid Commander é uma variação da linha Boost, de 2017, direcionada para ser uma “porta de entrada” ao mundo da robótica e da eletrónica aos mais novos. A mais recente entrada da marca no mercado dos robôs é inspirada na Guerra das Estrelas e conta com três dos mais reconhecidos droids do franchise, incluindo um R2-D2. Graças ao Boost Move Hub, cada um deles pode ganhar vida e movimentar-se, sendo até capaz de transmitir algumas das músicas da saga cinematográfica.

A criação de interfaces musicais de raiz em objetos invulgares não é uma novidade para Battle. No seu canal, o inventor já deu a conhecer ao mundo criações como um órgão feito com 44 Furbies ou até mesmo instrumentos construídos a partir de computadores e consolas de videojogos antigas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.