A Airbus tem vindo a apostar no desenvolvimento de veículos autónomos voadores há já algum tempo, tendo completado protótipos como o Vahana Alpha One, que chegou a realizar cerca de 50 voos depois de ter descolado pela primeira vez em 2018. Agora, o mais recente protótipo de sistema aéreo não tripulado (UAS), o VSR700, partiu com sucesso no seu primeiro voo livre autónomo.

No seu primeiro voo livre, realizado num centro de testes de drones perto de Aix-en-Provence, no sul de França, o VSR700 conseguiu manter-se no ar durante 10 minutos.

Em novembro de 2019, o protótipo já tinha realizado uma descolagem inicial, no entanto, para cumprir os requerimentos da regulação aérea e evitar possíveis acidentes, teve estar amarrado a cordas. Ao longo dos últimos nove meses, a equipa a cargo do desenvolvimento conseguiu implementar múltiplas funcionalidades, incluindo um Sistema de Terminação de Voo, e realizar modificações ao seu software do piloto automático e reforços estruturais.

A Airbus avança que para tornar possível o mais recente voo e obter uma autorização por parte das autoridades competentes foi necessário recorrer a geofencing. Depois de um primeiro voo livre bem-sucedido, a empresa prepara-se agora para mais testes aéreos.

"O voo livre realizado pelo VSR700 é um passo importante que conduz aos ensaios no mar que serão realizados no fim de 2021”, explica Bruno Even, CEO da Airbus Helicopters. Se tudo correr como planeado, o veículo será depois utilizado pela Marinha Francesa para monitorizar as atividades na zona marítima.

"Graças ao PlanAero francês, o programa fará pleno uso de dois aparelhos de teste e de um veículo opcionalmente pilotado para desenvolver e aperfeiçoar os aspectos técnicos e operacionais para o sucesso das operações UAS num ambiente naval", afirma o responsável.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.