Depois de ter dado a conhecer algumas das novidades que a comunidade de gamers e programadores podem esperar quando a consola chegar às lojas no final do ano, a Microsoft revela agora oficialmente, e em detalhe, as especificações técnicas e componentes internas da Xbox Series X.

Clique na galeria para ver a Xbox Series X ao detalhe

Microsoft anuncia chegada da Xbox Series X no The Game Awards 2019
Microsoft anuncia chegada da Xbox Series X no The Game Awards 2019
Ver artigo

O anúncio de chegada da Xbox Series X, na edição de 2019 dos The Game Awards, ficou marcado pela promessa de que será a mais rápida e poderosa consola da Microsoft. Os specs não mentem e graças ao processador customizado Zen 2 da AMD, reforçado pela arquitetura RDNA 2, o poder de processamento será quatro vezes superior a uma Xbox One, ou seja 12 TFLOPS de GPU, o dobro de uma Xbox One X e oito vezes mais do que a Xbox original.

Especificações da Xbox Series X
créditos: Microsoft

A introdução de SSD como elemento de armazenamento de dados é um dos aspetos que tem apelado à comunidade de gamers e programadores. A tecnologia permite acelerar o carregamento dos jogos sem que o utilizador tenha de passar muito tempo a ver ecrãs de loading. Além disso, permite mais capacidade em gerar conteúdos com maior escala e mais detalhados. A introdução do SSD permitirá também usar o sistema Quick Resume, a capacidade de resumir jogos de forma quase instantânea, sendo que a funcionalidade poderá mesmo aplicar-se quando a consola é reiniciada.

A fabricante destaca a tecnologia visual de Raytracing no DirectX, através de aceleração por hardware, como uma das características de diferenciação da consola. A Microsoft afirma que a tecnologia permite simular as propriedades da luz e do som em tempo real com mais fidelidade do que qualquer outra.

Diferença entre uma versão do Minecraft sem DirectX Raytracing e outra com a tecnologia
créditos: Microsoft

Além disso, a tecnologia VRS (Variable Rate Shading) patenteada pela Microsoft promete um desempenho total da consola, sendo possível priorizar efeitos individuais em personagens específicas ou objetos importantes no ambiente do jogo.

O “poder” da Xbox Series X e as novidades tecnológicas da nova consola da Microsoft
O “poder” da Xbox Series X e as novidades tecnológicas da nova consola da Microsoft
Ver artigo

A otimização da latência na ligação entre jogador e consola é outro dos aspetos destacados pela Microsoft. O comando wireless aproveita a largura de banda para oferecer controlos mais precisos e com maior resposta aos inputs. A consola vai também tirar partido das ligações HDMI 2.1 para uma melhor qualidade e fluidez de imagem.

A Xbox Series X vai ser retrocompatível com todas as consolas anteriores da marca e, para replicar as experiências originais, irá melhorar o framerate, o tempo de carregamento e até adaptar o aspeto visual sem a necessidade de intervenção das produtoras. Além disso, o sistema Smart Delivery garante que, independentemente da versão escolhida, o utilizador estará sempre a jogar a melhor experiência possível.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.