A China apresentou os resultados de dois projetos de investigação, que dão uma vantagem mundial ao país nos desenvolvimentos relacionados com a computação quântica. Apresentou o ZuChongzhi 2 que, segundo os investigadores, consegue multiplicar por um milhão a complexidade dos cálculos realizados pelo Sycamore de 53 qubits (bits quânticos) da Google e, com os seus 66 qubits, é 100 milhões de vezes mais rápido que o melhor supercomputador da atualidade.

Nos próximos quatro a cinco anos o projeto continuará em desenvolvimento e a grande tarefa será desenvolver, afinar algoritmos, reduzir a probabilidade de erro e aumentar a capacidade de dar respostas certas, para melhorar a fiabilidade deste supercomputador programável.

“A computação quântica é mais importante do que a invenção da WWW e do que a própria Internet”
“A computação quântica é mais importante do que a invenção da WWW e do que a própria Internet”
Ver artigo

Num artigo científico foram também conhecidos desenvolvimentos sobre outro protótipo nesta área, o de um computador quântico que funciona a partir da captação de partículas de luz. Os investigadores relatam que conseguiram melhorar significativamente o desempenho e eficiência na recolha da fonte de luz quântica no Jiuzhang 2, que aumentou de 76 para 113 o número de fotões detetados.

Este update face à primeira versão, torna-o um septilião de vezes mais rápido - qualquer coisa como um milhão, seguido de 42 zeros - que o supercomputador existente mais rápido e 10 mil milhões de vezes mais rápido do que o seu predecessor, garantem os investigadores. Os detalhes destes avanços foram publicados nas revistas científicas Physical Review Letters e Science Bulletin.

A computação quântica promete revolucionar o futuro da computação e dar um contributo essencial para acelerar a ciência e investigação em várias áreas, o preço e a complexidade dos sistemas ainda não permitiram avanços maiores.

IBM vai fornecer o primeiro computador quântico privado do mundo a uma clínica de saúde em Cleveland
IBM vai fornecer o primeiro computador quântico privado do mundo a uma clínica de saúde em Cleveland
Ver artigo

Em abril deste ano nos Estados Unidos deu-se um passo importante, quando a IBM anunciou a sua primeira venda comercial de um computador quântico a uma empresa privada. A Cleveland Clinic foi quem comprou. A empresa opera na área da saúde e nos próximos 10 anos vai trabalhar com a IBM, de quem receberá também serviços de cloud e de inteligência artificial para investigação.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.