A SpaceX vai lançar a partir de Cape Canaveral o seu poderoso foguetão Falcon Heavy, transportando, desta vez, 24 satélites. O voo inaugural do Falcon Heavy aconteceu há um ano, a que se sucedeu uma segunda viagem em abril passado que teve como o objetivo de levar até ao espaço um satélite de comunicações (Arabsat-6A), para fornecer internet e serviços de comunicações ao Médio Oriente, África e algumas zonas da Europa.

Os satélites transportados nesta terceira viagem pelo Falcon Heavy, como parte do Space Test Program-2 (STP-2) da Força Aérea dos EUA, terão diferentes propósitos. Um dos satélites é um relógio atómico da NASA, enquanto outros são operados pela Administração Nacional Oceânica e Atmosférica, pelos laboratórios de pesquisa do Departamento de Defesa e por várias universidades.

De acordo com a CNET, o foguetão vai também transportar os restos mortais de 152 pessoas, cujas famílias pagaram cerca de 5 mil dólares para ter até sete gramas de cinzas colocadas na nave espacial. Estes recipientes vão orbitar em volta da Terra até reentrarem na atmosfera do planeta, ardendo como uma estrela cadente. Entre estas urnas cósmicas estará a de Bill Pogue, astronauta da NASA que fez parte da missão Apolo 11 em 1969.

A terceira viagem do Falcon Heavy será mais complexa do que as anteriores, devido à ampla gama de satélites transportados, sendo mesmo considerada pela SpaceX “uma das mais desafiadoras da sua história”. O lançamento está marcado para as 4:30 da madrugada do dia 25 de junho (hora portuguesa), e pode ser acompanhado em direto através do YouTube da SpaceX.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.