O satélite TESS (Transiting Exoplanet Survey Satellite) da Agência Espacial Norte-Americana descobriu um novo exoplaneta numa zona habitável do seu sistema solar. De acordo com a NASA, o TOI 700 d apresenta um tamanho semelhante à Terra, mas 20% maior, e orbita a uma estrela anã a uma distância que torna possível a existência de água líquida à sua superfície.

A descoberta faz parte de um sistema de três exoplanetas identificados pelo TESS, sendo que ao contrário do TOI 700 b e TOI 700 c, o planeta em questão é o único que se encontra numa zona habitável. De acordo com os cientistas, o TOI 700 d está a uma distância relativamente próxima da Terra, encontrando-se a cem anos-luz de distância.

Diagrama do sistema solar em que se encontra o TOI 700 d.
créditos: NASA

Os investigadores da NASA conseguiram apurar que o planeta circula a sua estrela em 37 dias e recebe o correspondente a 86% da energia fornecida pelo Sol à Terra. Para prever a composição da atmosfera e da temperatura da sua superfície, a NASA gerou modelos baseados no tamanho e tipo de estrela que está no centro desse sistema solar.

Numa das simulações, o planeta poderá estar coberto de oceanos, contando também com “uma atmosfera densa dominada por dióxido de carbono, semelhante à aparência de Marte quando jovem”, indicam os cientistas. Neste cenário, o TOI 700 d estaria sempre voltado para a sua estrela.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.