Depois de concluir com sucesso os testes necessários, realizados nas instalações da empresa aeronáutica Northrop Grumman, na Califórnia, o telescópio James Webb da NASA começou a ser preparado para a sua longa viagem. O gigantesco telescópio já realizou a viagem de 16 dias, desde a Califórnia, passando pelo Canal do Panamá, até ao porto de Pariacabo no rio Kourou na Guiana Francesa, localizada na costa nordeste da América do Sul. Foi uma longa viagem de 9.334 quilómetros.

A NASA explica que vai começar a fase final da montagem do maior e mais complexo observatório científico espacial, agora no seu local de lançamento, o porto espacial europeu de Kourou. Seguem-se agora dois meses de preparações antes do seu lançamento, marcado para o dia 18 de dezembro, no foguetão Ariane 5.

Telescópio espacial James Webb conclui testes finais antes de rumar à base de lançamento
Telescópio espacial James Webb conclui testes finais antes de rumar à base de lançamento
Ver artigo

O telescópio James Webb tem sido adiado ao longo de muitos anos. Foi proposto ainda em 1996, sendo apontado para um lançamento inicial em 2007, mas só em 2016 foi dado como finalizado e agendado para 2018, seguindo-se mais alguns contratempos e adiamentos. Mas agora está apontado para o final do ano, data que a NASA, a ESA e a Agência Espacial Canadiana determinaram.

Veja imagens do telescópio James Webb:

Quando estiver operacional, o telescópio vai ajudar a compreender todas as fases da história cósmica, desde o Big Bang. Também vai ajudar os cientistas a estudar os milhares de exoplanetas descobertos do seu potencial de habitabilidade. “O telescópio espacial James Webb é um marco colossal, construído para transformar a nossa visão do universo e desenvolver uma ciência incrível”, salientou o administrador da NASA, Bill Nelson, afirmando que estamos muito próximos de desbloquear os segredos do espaço.

Depois dos testes em agosto, no Parque Espacial Northrop Grumman, na Califórnia, foi necessário um mês para dobrar e acondicionar o massivo telescópio para a viagem. Foi construído um contentor personalizado, com controlo de ambiente, para acondicionar o James Webb. Agora no destino, depois do James Webb ser removido do seu contentor, os engenheiros vão executar as verificações finais às condições do observatório. Depois vai ser configurado para o seu voo, incluindo a colocação dos seus motores, antes deste ser montado no topo do foguetão e enclausurado para o lançamento.

“Estamos muito excitados por finalmente enviarmos o próximo grande observatório para o espaço profundo. O James Webb atravessou o país e viajou pelo mar. Agora vai iniciar a sua grande jornada através do foguetão, a um milhão de milhas da Terra para captar imagens impressionantes das primeiras galáxias, que certamente vão transformar a compreensão do nosso lugar no cosmos”, reforçou Gregor Robinson, diretor do programa James Webb.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.