O anúncio foi feito comunicado pela Agência Espacial Europeia (ESA), parceira da operacionalização do telescópio, a par das congéneres norte-americana NASA e canadiana CSA.

Os testes, concluídos “com sucesso”, foram feitos nas instalações da empresa aeronáutica Northrop Grumman, na Califórnia, e “as operações de embarque já começaram”, indica a ESA no comunicado, sem precisar a data de lançamento, apenas mencionando que será “ainda este ano”.

Lançamento do telescópio espacial James Webb foi novamente adiado
Lançamento do telescópio espacial James Webb foi novamente adiado
Ver artigo

De acordo com informações anteriores, e após sucessivos adiamentos, o lançamento do James Webb, com o qual os astrónomos esperam obter mais dados sobre os primórdios do Universo, incluindo o nascimento das primeiras galáxias e estrelas, está previsto para 31 de outubro.

Veja na galeria imagens do James Webb:

O telescópio, o maior e mais potente telescópio espacial, será lançado da base da ESA de Kourou, na Guiana Francesa, a bordo de um foguetão de fabrico europeu Ariane 5, cujos componentes já seguiram viagem por mar.

Espera-se que as operações científicas do sucessor do telescópio espacial Hubble, em órbita há 31 anos, comecem aproximadamente seis meses após o seu lançamento.

Um dos instrumentos do James Webb, que deve o seu nome a um antigo dirigente da NASA, teve o contributo científico da portuguesa Catarina Alves de Oliveira, que trabalha no centro da ESA para a ciência espacial, em Espanha.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.