O relatório anual do PandaLabs, referente a 2007, indica que perto de meio milhão de computadores é infectado por bots diariamente, o que faz com que cerca 11 por cento dos equipamentos de todo o mundo estejam inseridos em botnets.



De acordo com a Panda, o volume total de máquinas infectadas é responsável pelo envio de 85 por cento do spam em circulação.



Posto isto, a empresa de segurança apurou que, no ano passado, mais de 50 por cento dos emails recebidos pelos utilizadores domésticos foram mensagens de correio não solicitado. O mesmo aconteceu nos ambientes empresariais, onde a percentagem de lixo electrónico recebida se situou entre os 80 e os 95 por cento.



Rui Lopes, director do departamento de Consultoria da Panda Security, explica em comunicado que, para se ter uma noção da escala do problema "seriam necessários cerca de 2 mil terabytes de espaço livre em disco para armazenar o volume total de spam enviado em apenas um dia".



No que se refere aos temas utilizados para propagar estas mensagens indesejadas, a saúde sexual foi o tema mais popular. Estes emails foram responsáveis por 54 por cento de todo o spam detectado. Entre Abril e Setembro, os temas farmacêuticos lideraram a lista, sendo que no segundo trimestre perfizeram 45 por cento das mensagens não solicitadas enviadas e no terceiro 30 por cento.



Relativamente à origem do correio indesejado, a Rússia foi a líder da tabela da Panda, já que 59,72 por cento de todo o spam detectado era proveniente daquele país. Por outro lado, 23,08 por cento das mensagens eram enviadas a partir dos Estados Unidos, 6,12 por cento da Turquia, 4,77 por cento da Alemanha e 3,16 por cento do Reino Unido.



Notícias Relacionadas:

2007-11-29 - Cibercrime será a principal ameaça à segurança em 2008

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.