As escolas de primeiro ciclo da região autónoma dos Açores vão ser em breve equipadas com cerca de 2 mil computadores portáteis. A medida implica um investimento de meio milhão de euros e é justificada pela secretária regional da educação e formação, que a anunciou, com a importância deste recurso como ferramenta de ensino.



Cláudia Cardoso explica que a aquisição prevista dos 2 mil portáteis vai substituir a aquisição de mais computadores Magalhães, relata a RTP.


"Aquilo que o Governo Regional pretende é que os computadores passem a ser parte integrante da escola e não do aluno, ao contrário da filosofia que existiu na altura dos computadores Magalhães", justificou a secretária regional.



O objetivo do governo regional é que os computadores adquiridos sejam propriedade da escola. "São propriedade da unidade orgânica, que o aluno utiliza enquanto frequenta a escola e que deixa na posse da escola quando dela sai", defende a responsável citada pela RTP.


Os Magalhães continuam a existir nas escolas de primeiro ciclo dos Açores e alguns até continuam a ser usados, mas a estratégia da região relativamente às Tecnologias da Informação no ensino mudou.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.