A AMD deu ontem início à
comercialização do seu novo Athlon XP 3000+, considerando-o como o
"processador com o maior desempenho do mundo para PCs deskop". A fabricante de semicondutores garante que este modelo ultrapassa em termos de
performance os processadores para computadores pessoais de secretária
em 17 por cento, no máximo, tendo por base "uma série de benchmarks
padronizados de software".

O 3000+ usa o novo core - núcleo - Barton que permite carregar mais
memória cache. Assim, o processador já vem com um total de 640 KB de memória
cache integrada no chip, sendo 512 KB de nível dois e 128 KB de nível
um, o que de acordo com a AMD, representa um salto de 70 por cento em relação aos
modelos anteriores da linha Athlon XP.

Uma maior memória cache permite que seja guardada mais informação junto do
processador, o que conduz a um maior desempenho em aplicações de
software, como a criação de conteúdos digitais, os jogos com gráficos a
três dimensões, codificação de média e produtividade para escritórios.

Os primeiros computadores integrando o Athlon XP 3000+ estão desde já
disponíveis no Reino Unido, prevendo-se que em breve outros fabricantes
espalhados pelo mundo comecem a introduzir nos seus sistemas o novo
processador. A Packard
Bell
, marca de produtos para consumidores da NEC Computers
International,

deverá ser a primeira fabricante a introduzir o chip em computadores
pessoais. Em quantidades de mil unidades, o 3000+ pode ser adquirido por 588
dólares

Notícias Relacionadas:
2002-10-02 - AMD
disponibiliza dois novos Athlon XP a partir de Novembro

2002-08-21 - Novos
processadores Athlon XP da AMD chegam em Setembro

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.